Aos 84 anos, Bill Cosby é considerado culpado de abuso sexual de jovem em 1975

Comediante americano, que acumula dezenas de denúncias de abusos sexuais, terá de pagar US$ 500 mil à vítima, que tinha 16 anos à época

Bill Cosby

Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Bill Cosby foi condenado na última terça-feira (21), por ter abusado sexualmente de uma adolescente em 1975, na mansão da Playboy, em Los Angeles, Califórnia. 

A vítima, Judy Huth, testemunhou que Cosby, atualmente com 84 anos, a forçou a manter relação sexual com ele quando ela tinha 16 anos. O júri, composto por oito mulheres e quatro homens, determinou que Huth deve receber uma indenização de US$ 500 mil (cerca de R$ 2,5 milhões) em danos morais. As informações são da revista Variety

Huth entrou com o caso pela primeira vez em 2014. A vítima contou que conheceu Cosby em um parque onde ele estava filmando o filme “Let’s Do It Again”, quando ele tinha 37 anos. Depois de fazer amizade com Huth e uma amiga, Cosby supostamente os convidou para seu clube de tênis. De lá, alegou Huth, o comediante os convidou para uma casa, onde serviu às jovens várias bebidas alcoólicas, e depois as levou para a Mansão Playboy. 

Huth alegou que, embora Cosby soubesse sua idade e a de sua amiga, ele orientou as adolescentes “que se alguma das coelhinhas da Playboy perguntasse sua idade, elas deveriam dizer que tinham 19 anos”. Ela afirmou ainda que Cosby a levou para um quarto na mansão e a molestou sexualmente. 

“Ela me disse que Bill Cosby tentou fazer sexo com ela (…) e me pediu para sairmos de lá imediatamente”, testemunhou a amiga Donna Samuelson.

Em lágrimas, Huth disse ao tribunal que se sentiu “louca, enganada e tola” após o incidente. S seus advogados apresentaram aos jurados uma foto dela e de Cosby dentro da mansão.

Cosby não foi obrigado a comparecer pessoalmente ao julgamento, mas o tribunal assistiu a um depoimento dele, dado em 2015, no qual o comediante disse não se lembrar dela e não ter feito sexo com uma menor de idade.

Os advogados de Cosby procuraram apontar inconsistências no relato de Huth, observando que ela havia inicialmente dito que tinha 15 anos na época do incidente, mas mudou esse detalhe semanas antes do julgamento. Eles alegaram que Huth ofereceu sua foto com Cosby para tablóides em troca de dinheiro.

Os jurados também viram um depoimento gravado em 2016 pelo falecido fundador da Playboy, Hugh Hefner — um amigo próximo de Cosby na década de 1970 — que disse que seria “muito incomum” que meninas menores de idade pudessem entrar na mansão.

Vale lembrar que há menos de um ano, Cosby deixou a prisão, onde cumpriu quase 3 anos de pena. Ele havia sido condenado e preso em 2018 por ter drogado e molestado a ex-jogadora de basquete Andrea Constand, em 2004. Em 2021, a sentença foi anulada em um processo controverso. 

Mais de 50 mulheres já apresentaram acusações de abuso sexual contra Cosby. Algumas das alegações remontam aos anos 1960. O ator nega que tenha cometido os crimes. 

Sair da versão mobile