Nesta quarta-feira (20), a atriz Ruby Rose — que interpretou a protagonista Kate Kane em Batwoman até maio de 2020 — quebrou o silêncio e fez uma série de acusações contra os cabeças da Warner Bros. e CW, alegando condições precáriaos durante as gravações.

Em seus stories no Instagram, a atriz expôs que o produtor Peter Roth (que deixou o cargo no final do ano passado) e a showrunner Caroline Dries a fizeram voltar ao trabalho dez dias após ter feito uma cirurgia delicada.

Na época, ela havia se machucado durante uma acrobacia que deu errado, além de ter tido um tumor e uma fratura na costelas. “Para todos que disseram que eu estava muito travada em Batwoman, imagine voltar ao trabalho 10 dias depois disso… 10 DIAS!!!”, afirma Rose, que compartilhou vídeos que mostram um médico falando da gravidade dos ferimentos dela.

Não foi só a ex-protagonista que se machucou nas gravações. Dois dublês morreram, uma assistente de produção ficou paraplégica e um membro da equipe teve queimaduras de 3º grau. “Não tivemos um tempo após assistir a pele cair de seu rosto… nos falaram que tínhamos que gravar uma cena de sexo sem um minuto para processar”, continua a artista relatando que teve seu rosto cortado, próximo a seu olho — o que quase a deixou cega.

No começo da pandemia, Ruby acusa que Caroline queria continuar as gravações sendo que outras produções do mesmo grupo como Riverdale, The Flash e Supergirl foram suspensas. “Nós paramos de gravar no dia seguinte, não porque ela quase matou alguém, mas porque o Governo mandou.”

Em 2019, ela foi proibida de participar da Comic-Con de San Diego (um dos eventos mais importantes da cultura nerd) e teve que fazer um vídeo anunciando que não estaria na feira por conta das gravações. “Imagine já ter aceitado receber menos para poder fazer um projeto especial e estar super animada para ir na Comic-Con. E então ser informada de que eles não iriam adaptar as datas de gravação para eu poder participar”. Para gravar a mensagem ela foi orientada a cobrir as cicatrizes da cirurgia.

Em sua publicação, Ruby também alega mau comportamento dos colegas de elenco Dougray Scott e Camrus Johnson após sua saída.

Ela também afirma que Roth, atual presidente-executivo da Warner Bros. Television, assediava funcionárias e até chegou a colocar um detetive particular para arranjar um motivo falso para justificar sua saída da série.

Assine a newsletter do Gizmodo

Ela segue, “Então, finalizando, por favor meus queridos fãs, parem de me perguntar quando irei retornar para essa série horrível. Eu não voltaria por nenhuma quantia em dinheiro, nem se tivessem armas em minha cabeça. Eles arruinaram Kate Kane e destruíram Batwoman, não eu.”

Na segunda temporada, a atriz Wallis Day substituiu Rose para terminar a saga de Kate Kane. Na terceira e atual continuação, a personagem foi substituída por Ryan Wilder, interpretada por Javicia Leslie.