O destino do iPhone Mini continua uma grande incógnita. No início deste ano, o boato era que a Apple encerraria a fabricação do aparelho devido às vendas fracas. Mesmo assim, rumores sobre o iPhone 13 ainda incluem o Mini no cronograma de lançamentos. Só que um novo relatório da Nikkei Asia joga um balde de água fria em um possível sucessor do iPhone 12 Mini.

De acordo com a publicação, a Apple teria desistido de investir no aparelho menor para apostar em uma versão 5G do iPhone SE, que deverá estar disponível a partir do início de 2022. O dispositivo ainda seria baseado no iPhone 8, o que significa que ele deve manter o botão Home (com leitor biométrico Touch ID integrado) e uma tela LCD de 4,7 polegadas — todos os outros modelos de iPhone lançados em 2020 contam com um display OLED.

As maiores novidades ficariam com o processador A15, que deve ser o mesmo que vai equipar a linha iPhone 13, bem como o modem Snapdragon X60 da Qualcomm, garantindo ao aparelho compatibilidade com as redes 5G. De resto, não espere por funções mais avançadas, como Face ID ou suporte para carregamento via MagSafe.

Um iPhone SE 5G não seria o único responsável pelo suposto fim do iPhone Mini. Citando uma fonte anônima, o Nikkei Asia também afirma que a Apple planeja um novo iPhone Pro Max de 6,7 polegadas. Ele manteria as proporções da variante mais poderosa, mas seria um modelo “relativamente econômico”, talvez com menos recursos de câmera.

Em novembro de 2020, o iPhone 12 Mini representava apenas 6% das vendas, enquanto o 12 Pro Max superou as expectativas, respondendo por 20% do montante de iPhones comercializados.

Assine a newsletter do Gizmodo

Novos AirPods devem ser revelados este ano

Quanto aos outros produtos da Apple, o Nikkei Ásia afirma que novos AirPods entrarão em produção no próximo mês, o que se alinha com o cronograma de fabricação da companhia para os novos iPhones. Até agora, rumores sobre o AirPods 3 (ou seja lá como ele vai se chamar) indicam que os fones de ouvido de entrada terão um design muito parecido com o AirPods Pro.

Além disso, o rumor implica que a Apple deve voltar à rotina anual de lançamentos do período anterior à pandemia de Covid-19. Logo, é possível que a empresa realize um novo evento em setembro, e não mais em outubro, como aconteceu no ano passado.