Você já esteve na sala dos fundos de uma Apple Store? Essa pergunta é uma pegadinha, porque a sala dos fundos da Apple Store é um lugar mítico, cheio de elfos, bruxos e uma máquina mágica e secreta que conserta telas de iPhones. Pelo menos, era até a semana passada.

• Apple abandona suporte ao iPad 4 e aos iPhones 5 e 5C
• Seis coisas que a Apple está tentando matar neste ano

A Apple acabou de revelar que vai começar a enviar seu dispositivo mágico reparador de iPhones — conhecido como Horizon Machine — para outros lugares mundanos, como a Best Buy. Um executivo da empresa contou à Reuters que instalaria 400 desses dispositivos do tamanho de um microondas nas oficinas de reparo de varejistas em 25 países (incluindo o Brasil) até o fim do ano. Deve ser destacado que essa notícia representa a primeira vez que a Apple confirmou a existência do misterioso dispositivo. A empresa notoriamente secreta até mesmo deixou a Reuters tirar algumas fotos do objeto (você pode ver as fotos aqui).

A essa altura, você já deve estar se perguntando o que a encantada Horizon Machine de fato faz. Você poderia presumir que é só colocar um telefone quebrado em um encaixe, apertar um botão, ouvir um “ding”, e um telefone bom como se fosse novo sai do encaixe; o tipo de processo que lhe foi prometido em incontáveis episódios de Jetsons. Você poderia pensar que nós finalmente merecemos uma maravilha dessas e que se alguém fosse construir algo tão miraculoso, esse alguém seria a Apple. Você poderia acreditar nisso. Mas estaria errado.

Na verdade, tudo o que a Horizon Machine faz é calibrar a nova tela após um humano fazer a troca de fato. Eis a descrição da Reuters deste decepcionante mortal, passo a passo:

Uma vez que a nova tela é montada, o iPhone passa pela Horizon Machine, que permite ao software da Apple se comunicar com o novo hardware. Ao longo de dez a 12 minutos, a máquina conversa com o sistema operacional do telefone para parear o sensor de digitais com o cérebro do telefone.

Enquanto isso acontece, um dedo mecânico toca a tela em múltiplos lugares para testar a sensitividade da superfície. A máquina também calibra o display e o software para combinarem as cores precisas e a calibração do original.

Meio chato, né? Bom, o verdadeiro destaque aqui é que a Apple está ficando mais confortável em deixar que terceiros consertem seus preciosos dispositivos. A empresa de Cupertino agora diz que não vai sequer anular a sua garantia quando você consertar seu telefone em uma loja de reparos não autorizada, “contanto que o técnico não tenha causado nenhum dano”. Boa sorte.

A mudança vem após crescentes filas de espera para reparo nas Apple Stores, além de um movimento no território norte-americano pelo direito ao reparo. A reportagem da Reuters também veio apenas dois dias depois da notícia de que um grupo de direitos do consumidor da Austrália estava processando a Apple por induzir consumidores ao erro sobre seus direitos.

Obviamente, abrir um pouco da cortina sobre sua Horizon Machine ultrassecreta (e bastante decepcionante!) não desfaz os anos de punição a seus clientes por consertar seus próprios dispositivos ao anular garantias e causar muita dor de cabeça. Ainda assim, é meio legal ver pelo menos uma das máquinas que a Apple mantém em sua oficina quimérica de milagres.

Faz você pensar no que mais está escondido nas Apple Stores. Duendes? É, definitivamente, duendes.

[Reuters]

Imagem do topo: Flickr / Faris Algosaibi