A Apple adquiriu uma startup focada em encontrar uma solução para o monitoramento de asma em crianças, informou a CNBC na sexta-feira (24).

A CNBC citou uma fonte familiarizada com o acordo da Apple para adquirir a startup Tueo Health. Antes da aquisição relatada, a Tueo estava focada em criar um aplicativo que usasse dados de sensores para fornecer aos pais informações detalhadas sobre os hábitos de sono de seus filhos com asma, a fim de identificar melhor quando poderia haver um problema.



“Nós usamos sensores disponíveis comercialmente para monitorar crianças asmáticas enquanto elas dormem. Nossa tecnologia aproveita os dados desses sensores para criar uma linha de base personalizada para cada criança”, disse o cofundador e CEO da Tueo, Bronwyn Harris, sobre o sistema. “Os alertas são enviados automaticamente para os pais quando há desvios da linha de base de seus filhos. Esses alertas são interativos e informativos – fornecemos informações contextuais e educação e suporte a qualquer momento para ajudá-los a gerenciar melhor o problema de asma de seus filhos ”.

Embora o produto tenha sido criado pensando nas crianças, Harris disse que o sistema eventualmente se expandirá para uso de adultos também. De acordo com ele, aplicações para doença pulmonar obstrutiva crônica também foram planejadas, já que é “outra condição que não tem uma boa medida de controle”.

Porta-vozes da Tueo e da Apple ainda não retornaram pedidos de comentários sobre a aquisição. No entanto, como observou a CNBC, tanto Harris como a COO da Tueo, Anura Patil, listam a Apple como sua empregadora desde 2018 no LinkedIn.

Enquanto o acordo entre Apple e Tueo pode ter sido finalizado em 2018, a notícia da aquisição chegou apenas uma semana antes da Worldwide Developers Conference da Apple, onde a empresa deve apresentar atualizações para seu aplicativo Health, incluindo um rastreador de ciclo menstrual e uma função para monitorar sua saúde auditiva.

Durante o TIME 100 Summit no mês passado, o CEO da Apple, Tim Cook, disse que a empresa estava “trabalhando em muitas coisas” relacionadas a monitoramento de saúde, acrescentando que ele acha que “haverá um dia em que olharemos para trás e diremos que a maior contribuição da Apple para a humanidade foi na área da saúde”.