Uma das melhores contas para se seguir no Instagram é a da TSA, agência do governo americano responsável pela segurança nos transportes. É uma lista sem fim com evidências fotográficas de que as pessoas ainda não entenderam muito bem as regras básicas na hora de pegar um avião. E, no último final de semana, a TSA encontrou uma arma impressa em 3D com munição.

• As coisas malucas (e perigosas) que a TSA encontrou nos aeroportos norte-americanos
• Armas de fogo feitas em impressora 3D evoluíram muito em apenas um ano
• As armas feitas em impressora 3D estão ainda melhores (e mais preocupantes)

Pelo fato de serem feitas em plástico ou resina, armas impressas em 3D não fazem soar o alarme de um detector de metal básico. Além disso, esse tipo de arma pode ser facilmente partida ao meio e depois remontada, facilitando o contrabando, como mostrou o Daily Mail em 2013. E levando em consideração que a TSA não é a melhor agência de segurança que existe, dá para entender que é algo bem preocupante.

Porém, mesmo que armas impressas em 3D sejam alarmantes, elas são raras. Mas quando estamos falando de armas de fogo em geral, a TSA registra um número desconcertante delas todas as semanas. A agência confiscou 68 armas entre os dias 29 de julho e 4 de agosto de 2016, como detalha este post. Seis delas estavam carregadas.

Para essa arma específica, o site 3Dprint.com diz que não encontrou nenhum arquivo online que corresponda ao modelo. É possível que a pessoa que estava a levando fez o design sozinho. E infelizmente esse tipo de arma de fogo tende a ficar cada vez melhor.

[TSA via 3Dprint.com]