Pesquisadores de astronomia descobriram uma estrela com tantos poderes de água que ela está literalmente borrifando o espaço inteiro: ela lança no espaço o equivalente a 100 milhões de Rios Amazonas por segundo. A estrela que jorra água, no entanto, está menos para cachoeira e mais para jacuzzi: o fluxo de água está a 100.000°C.

A essa temperatura, a água não está mais líquida: na verdade, ela se decompõe em átomos de hidrogênio e oxigênio que, quando lançados no espaço, interagem com a poeira cósmica ao redor da estrela, formando cristais de gelo.

Quente ou fria, a água se move extremamente rápido, a até 200.000km/h – e tem quase uma galáxia cheia de água assim. Mas não se preocupe! Essa admirável bagunça aí está a 750 anos-luz de distância.

A estrela, uma protoestrela bebê nos padrões do universo, deve continuar nesse processo de espirrar água no espaço por milhões de anos, criando ondas e acumulando camadas de poeira ao redor, até virar uma estrela de fato. Tudo isto me faz querer mijar… mijar jatos de água estelar em ondas e chamas! E urina. [PhysOrg e National Geographic]

Imagem por NASA – baixe imagem acima como papel de parede