Nesta semana, a atriz Ruby Rose (que foi a protagonista de Batwoman) fez uma série de acusações graves contra os chefes da produtora, elenco e a produção do longa. Parece que o pessoal citado não quis deixar quieto — e resolveu responder.

As extensa lista de denúncias da atriz vão desde abusos de trabalho, assédios, má conduta até ambiente de gravações inseguro. Segundo seus relatos, uma assistente de produção ficou paraplégica e dois dublês morreram.

A Warner Bros. — dona da DC e de Batwoman — emitiu uma nota do motivo de não terem renovado a atriz para a segunda temporada da série. “A verdade é que a Warner Bros. Television decidiu não exercer sua opção de contratar Ruby para a segunda temporada com base em várias reclamações sobre o comportamento no local de trabalho que foram extensivamente revisadas e tratadas em particular por respeito a todos os envolvidos ”

Ao portal CBR, Alexander J. Baxte foi um assistente de produção que trabalhou com Ruby na primeira temporada e, em seu relato, não compartilha boas lembranças. “Ela era uma ditadora para se trabalhar e… ela me fez pensar em desistir [da carreira do audiovisual]”.

Além de apoiar a nota da Warner, Baxter relata que a protagonista da série era antiprofissional, chegando tarde para trabalhar e destratando colegas de produção nos bastidores. “Ela chegava tarde na maioria dos dias, não tinha suas falas memorizadas e sempre que interagia com alguém abaixo dela, era como se estivéssemos sob suas botas. Ela saía do set, gritava com as pessoas e sempre que interagia com qualquer um de nós, assistentes de produção, éramos tratados como o lixo que recolhíamos”.

Dois atores — que foram citados nos depoimentos de Ruby — também responderam. Camrus Johnson, que faz Lucius Fox/Batwing na série e foi acusado de ser “uma criança egomaníaca que só trabalhava um dia por semana” — postou em seu Twitter que discorda das alegações e que “ela [Ruby Rose] foi demitida -– e é MUITO difícil ser demitido quando se é o protagonista. Imagina as coisas que você precisa ter feito para isso acontecer”.

Assine a newsletter do Gizmodo

Enquanto Dougray Scott, que foi o pai da heroína e foi acusado de abusar de mulheres no set, disse ao The Wrap que “Eu refuto absoluta e completamente as alegações difamatórias e prejudiciais feitas contra mim por ela; eles são inteiramente inventados e nunca aconteceram. ”

Na segunda temporada, a atriz Wallis Day substituiu Rose para terminar a saga de Kate Kane. Na terceira e atual continuação, a personagem foi substituída por Ryan Wilder, interpretada por Javicia Leslie.