Existe um segredo por trás de todos os benefícios das redes 5G que estão, aos poucos, começando a funcionar ao redor do mundo: toda essa velocidade extra e banda irão tornar muito difícil não estourar os pacotes de dados, como a BBC descobriu recentemente durante sua primeira transmissão ao vivo usando 5G.

Hoje, a EE, uma operadora do Reino Unido, lançou sua rede 5G em seis cidades do país, incluindo Belfast, Birmingham, Cardiff, Edimburgo, Londres e Manchester. Para ajudar a ilustrar uma das maiores vantagens do 5G em relação a outras gerações de redes móveis — principalmente a habilidade de entregar velocidades de banda larga sem usar fios –, a BBC colocou o repórter Rory Cellan-Jones para fazer uma reportagem ao vivo durante o programa BBC Breakfast que seria transmitida pela rede 5G da EE.

 


Tradução: A primeira rede 5G comercial da Grã-Bretanha foi lançada hoje e estamos a utilizando para a nossa transmissão. Momento histórico @BBCNews @BBCRoryCJ @BBCBreakfast

Você pode assistir ao trecho do programa aqui. A qualidade da imagem é excelente, sem interferências de compressão, engasgos ou congelamentos aleatórios que acontecem com frequência quando transmissões ao vivo são feitas via redes 4G ou 3G. Mas a primeira rede 5G da EE não é perfeita. Enquanto testavam um dos primeiros smartphones 5G disponíveis no mercado atualmente, Jones descobriu que a velocidade aumentava ou diminuía dependendo de onde ele ficava — um problema que deve ser aliviado depois que as torres 5G se tornem mais predominantes e ofereçam cobertura ampla e confiável.

No entanto, o quadro do BBC Breakfast foi adiado em 15 minutos quando o equipamento de celular (oferecido pela Huawei) que estavam usando para fazer a transmissão parou de funcionar repentinamente. Mas não era um problema com a rede 5G em si; o chip SIM utilizado para a transmissão ao vivo simplesmente tinha atingido o limite de dados, o que será um problema que os usuários enfrentarão quando inevitavelmente começarem a assistir filmes 4K na Netflix pelo smartphone enquanto vão para o trabalho.

As operadoras já estão cobrando valores adicionais para permitir que os smartphones atuais utilizem as redes 5G. Prepare-se para contas de celular ainda mais caras, principalmente com um consumo maior de dados.