Depois de 27 anos de casados, Bill Gates e Melinda Gates vão se separar. A decisão foi anunciada em conjunto nas contas do Twitter do cofundador da Microsoft e da ex-gerente de produtos da companhia. “Depois de muita reflexão e trabalho sobre nosso relacionamento, tomamos a decisão de pôr fim ao nosso casamento”, diz a mensagem.

Bill Gates e Melinda Ann French se casaram em 1994. Os dois se conheceram em 1987, quando ela se tornou gerente de produtos da Microsoft, companhia fundada por Bill Gates e Paul Allen em 1975.

O anúncio também menciona a Bill and Melinda Gates Foundation, instituição criada e mantida pelo casal que trabalha pela saúde e contra as desigualdades e que foi responsável, entre outras coisas, por aquela simulação de uma pandemia realizada meses antes da pandemia de Covid-19. Eles ainda continuarão trabalhando juntos na fundação, mas não acreditam mais que é possível “crescer juntos como casal”. O comunicado se encerra com um pedido por privacidade e espaço para a família.

<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”und” dir=”ltr”><a href=”https://t.co/fCVHDlZbvq”>pic.twitter.com/fCVHDlZbvq</a></p>&mdash; Melinda French Gates (@melindagates) <a href=”https://twitter.com/melindagates/status/1389316399428866049?ref_src=twsrc%5Etfw”>May 3, 2021</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

Em 2013, Bill Gates deixou o conselho da companhia para se dedicar mais às atividades filantrópicas. Aos 65 anos, Bill é o quarto homem mais rico do mundo, segundo a Forbes, com patrimônio estimado em US$ 130,5 bilhões, enquanto Melinda, de 56, não aparece na lista.

Assine a newsletter do Gizmodo

Curiosamente, Gates não é o primeiro bilionário da tecnologia a se divorciar nos últimos anos. Em 2019, Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon — cargo que deve deixar em breve — se separou da então esposa, MacKenzie Bezos, que ficou com 4% da companhia. Jeff continua liderando o ranking de bilionários, com uma fortuna estimada em US$ 177 bilhões.

[G1]