Se você é daqueles apaixonados por coisas pré-históricas? Então dê uma olhada nesse crustáceo de três olhos. Os pequenos animais com aproximadamente quatro centímetros de comprimento saíram de seus ovos e começaram a nadar em um lago temporário que se formou na região desértica do Monumento Nacional de Wupatki, em Arizona.

Lauren Carter, chefe da guarda florestal de interpretação do Monumento Nacional de Wupatki, disse ao Live Science que os os crustáceos, chamados de Triops, parecem pequenos camarões com três olhos.

De acordo com a Central Michigan University (CMU), os ovos podem permanecer dormentes por décadas no deserto até que chova o suficiente para criar lagos ideais para os filhotes amadurecerem e colocarem os ovos para a próxima geração.

Essas aparições são raras, turistas que passeavam pelo local relataram a descoberta, os funcionários do Monumento Nacional não sabiam o que fazer com os triops.

O primeiro pensamento de Carter foi que, possivelmente, os sapos que viviam nas tocas subterrâneas nos períodos de seca pudessem ter colocado ovos durante a época de fortes chuvas no Arizona. Mas, quando foi ao local investigar, ao pegar um crustáceo na mão, ela se perguntou ‘o que é isso’? “Eu não tinha ideia do que era”, completa.
Foi quando ela teve uma lembrança de quando trabalhou no Parque Nacional da Floresta Petrificada, no nordeste do Arizona. Ela se lembrou de relatos de Triops lá. “E então eu tive que pesquisar.”

Crustáceo de três olhos

Os ancestrais dos Triops evoluíram durante o período Devoniano – 419 milhões a 359 milhões de anos atrás – e sua aparência mudou muito pouco desde então, segundo a Central Michigan University. Alguns chamariam isso de ‘fóssil vivo’, já que a recém descoberta se parece com seus ancestrais. Mas para Carter, esse termo ‘causa um mal-entendido com o público de que eles não mudaram em nada’, mas ao mesmo tempo, “eles mudaram, evoluíram. Acontece que a aparência externa deles é muito semelhante ao que eram há milhões de anos”, disse.

Triops tem origem grega e significa ‘três olhos’. Às vezes, são chamados de camarões dinossauros por conta da história de sua evolução. Vale destacar que os dinossauros não surgiram muito mais tarde, durante o período Triássico, há cerca de 252 milhões de anos.

Assine a newsletter do Gizmodo

Esses animais são hermafroditas – têm órgãos sexuais femininos e masculinos – apesar disso, eles normalmente se acasalam por reprodução sexuada. Outra curiosidade desses bichinhos é que as fêmeas são capazes de procriar óvulos não fertilizados, de acordo com o grupo de pesquisa BioKids, que inclui especialistas da CMU.

Lago temporário que se formou com as chuvas de monção no Arizona (Foto: National Park Service)

A equipe de Carter prontamente forneceu um ambiente mais propício para os crustáceos, mas eles podem viver somente até 90 dias. A chefe da guarda florestal disse que a lagoa, formada pelas fortes chuvas no Arizona, durou apenas um mês e quase que imediatamente, os pássaros locais perceberam que havia criaturas na água e mergulharam para devorá-las.

Não é possível saber se esses Triops conseguiram botar ovos, teremos que esperar a próxima monção para saber.

[LiveScience]