Mesmo com a notícia de que o Chrome é agora o navegador web mais popular do mundo, o Facebook acabou sendo o principal assunto de ontem à noite na conversa entre o CEO do Google Larry Page e Charlie Rose. Rose perguntou o que muitos gostariam de perguntar: ante o estrondoso IPO do Facebook, Larry está preocupado?

No vídeo abaixo, Page comenta um incidente que, segundo o próprio, diferencia o Facebook do Google: uma disputa pelos dados dos usuários. O Google permite que o Facebook use o banco de dados de usuários do Google para ajudar a encontrar amigos, mas quando o Google pediu reciprocidade ao Facebook nesse ponto, a rede social não deixou. Para Page, isso é o mesmo que trair os usuários.

Page: Eles mantêm os usuários como reféns e têm alguns motivos para isso que não fazem sentido.

Rose: Quais seriam esses motivos?

Page: Eles alegam ser uma questão de privacidade, mas na realidade não é porque eles permitem que o Yahoo! faça; eles só não deixam a gente fazer.

Page vai além e diz achar que, cedo ou tarde, o Facebook terá que parar de confiar apenas em seus dados e abraçar o mesmo tipo de abertura do Google. Talvez, mas não podemos esquecer que muita gente tem sérias reclamações sobre a forma com que o Google faz seus negócios atualmente.

A entrevista inteira é bem interessante. É uma rara oportunidade de ver um dos melhores entrevistadores da atualidade sentado frente a frente com um grande nome da tecnologia. [Charlie Rose via Venture Beat]