Ciência

Cobra fala? Cientistas brasileiros registram 1ª vocalização de serpente na América do Sul

Som emitido por cobra papa-lesma encontrada por brasileiros se parece com barulho de um brinquedo de bebê. Escute
Imagem: Igor Yuri Fernandes/ Inpa/ Reprodução

Em 2021, durante uma pesquisa de campo, cientistas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) se depararam com uma cobra papa-lesma. De início, eles decidiram filmar o animal para capturar seu hábito de esconder a cabeça, bastante característico da espécie.

Contudo, enquanto gravavam, acabaram registrando algo inédito na América do Sul: a cobra emitiu um som. Parece como um barulhinho típico de um brinquedo de bebê. Assista ao vídeo abaixo.

Agora, a descoberta e a descrição do comportamento foram publicadas na revista científica Acta Amazônica

A cobra papa-lesma

Também chamada de cobra dormideira, falsa-jararaca e jararaquinha-do-brejo, a papa-lesma vive na Amazônia, especialmente em regiões de transição entre o bioma e o cerrado. É ali que acontece grande parte do desmatamento, o que coloca a espécie em risco.

Segundo relato dos pesquisadores no estudo, quando ouviram o som da papa-lesma, eles imaginaram que poderia ser de algum outro animal. No entanto, depois de diversas pesquisas, eles descartaram que o som era apenas coincidência.

“Descobrir que uma cobra vocaliza é virar a herpetologia [estudo de anfíbios e répteis] na América do Sul de cabeça pra baixo”, revelou Igor Yuri, um dos cientistas presentes no momento do registro. 

Mudando a imagem das cobras

Em comunicado ao Inpa, ele contou que a repercussão do vídeo está sendo grande – com muitas pessoas achando fofo uma cobra “falando”. “Acho que além do valor científico gigante desta descoberta, o retorno por meio da educação ambiental é maravilhoso”, celebrou o doutorando em Ecologia. 

Junto com os outros autores do estudo, ele fundou o projeto Suaçuboia, que busca mudar o estigma das serpentes entre as pessoas. Para isso, os pesquisadores oferecem palestras, cursos, exibem fotografias e têm conversas informais sobre os animais.

Em comunidades ribeirinhas, por exemplo, eles buscam conversar sobre as lendas e crendices populares para mostrar a beleza e importância das cobras no mundo.

Assine a newsletter do Gizmodo

Bárbara Giovani

Bárbara Giovani

Jornalista de ciência que também ama música e cinema. Já publicou na Agência Bori e participa do podcast Prato de Ciência.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas