Ciência

Comeu comida processada à noite? A insônia é inevitável

Segundo estudo da Sorbonne, a associação entre o consumo de comida processada e sintomas de insônia é maior em homens
Imagem: Eduardo Soares/Unsplash/Reprodução

A comida processada está ligada a problemas de saúde como diabetes e doenças do coração. E um novo estudo sugere que comer comida processada à noite pode causar insônia crônica.

whatsapp invite banner

Os alimentos ultraprocessados são quaisquer comidas que foram extremamente modificadas para aprimorar o sabor, ou aquelas com produção em massa que duram mais tempo.

O estudo feito pela Universidade Sorbonne Paris Nord, da França, analisou dados de 38 mil pessoas como parte de um projeto mais amplo de pesquisa visando mapear informações de dieta em relação às varáveis do sono. 

Segundo o estudo, é importante avaliar se a dieta pode contribuir para a qualidade do sono em um momento em que a comida é altamente processada e distúrbios do sono, como a insônia, são crescentes.

Os pesquisadores por trás do estudo revelaram uma associação estatisticamente expressiva entre o alto consumo de comida processada e o aumento no risco de insônia. Antes dessa conclusão, o estudo considerou fatores sociodemográficos, estilo de vida, qualidade da dieta e saúde mental dos participantes.

Homens comem mais comida processada – e têm mais insônia

No geral, os participantes obtiveram 16% de sua energia diária pelo consumo de alimentos ultraprocessado. 20% dos participantes relataram sintomas de insônia crônica, sendo este grupo o que mais consome comida processada.

Esses participantes também eram mais propensos a serem obesos, fumantes e com problemas de saúde mental.

Além disso, os dados também mostraram que a associação entre o consumo de comida processada e sintomas de insônia é maior em homens.

O estudo coletou os dados a cada semestre entre 2013 e 2015. Os participantes preencheram questionários sobre dieta e sintomas de insônia.

No entanto, o estudo ressalta que a metodologia transversal e observacional impede estabelecer uma causalidade, mas pode servir como norte para o desenvolvimento de pesquisas sobre o tema.

Os pesquisadores recomendam que estudos futuros testem a causalidade e avaliem as associações ao longo do tempo.

Assine a newsletter do Giz Brasil

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas