O Nubank tem esse nome, mas nunca foi um banco de verdade. A startup opera no Brasil há quatro anos e até agora só tinha um cartão de crédito; finalmente, ela oferecerá uma opção de ‘conta corrente’. A novidade foi anunciada nesta terça-feira (24) em um evento em São Paulo. A companhia reuniu parceiros, investidores, imprensa e fãs (sim, por incrível que pareça existe um banco que tem fãs) para falar da NuConta, mas muitas dúvidas ainda estão na cabeça das pessoas: afinal, que história é essa de banco que não tem agência, que não permite saques e rende mais que a poupança? O Gizmodo Brasil lista abaixo as perguntas mais frequentes e relevantes para você entender o que é a NuConta e como ela funciona, para ficar mais fácil de avaliar se vale a pena ou não criar uma.

O que é a NuConta? É uma conta corrente?

Mais ou menos. É uma conta de pagamento, nas palavras dos executivos da startup e de acordo com a regulamentação do Banco Central. O objetivo da empresa é facilitar o processo de abertura de uma conta, a transferência de grana e até mesmo os investimentos.

Qual é a diferença dela para bancos tradicionais como Itaú, Caixa, Santander, Bradesco e afins?

Por ser uma conta de pagamento, a NuConta não tem uma série de recursos que os bancos tradicionais têm. Desde o lançamento, o Nubank adicionou uma série de funcionalidades como pagamento de boletos, a função débito (ainda em testes)  e saques (que são pagos e também estão em testes). Ainda assim, ela ainda não pode substituir completamente uma conta corrente tradicional.

Tá, mas o que eu posso fazer então?

Você pode fazer transferências entre contas do próprio Nubank e entre outros bancos, sem tarifa nenhuma. O número de TEDs é ilimitados e não há limite de valor, tudo isso é gratuito. Dá para pagar a fatura do cartão de crédito Nubank também, rapidinho. O limite libera na hora.

Além disso, há opção de pagamento de boletos ainda não vencidos e cobrança de amigos.

Já é permitido fazer saques na em Caixas 24 Horas, por R$ 6,50 cada um. Acontece que essa função só está disponível para usuários que possuem a nova versão do cartão de crédito, que possui a função débito. Ela ainda está limitada para alguns usuários.

Então eu não pago nada para transferir o meu dinheiro pra outras contas da mesma titularidade?

Não paga nada.

Tela de transferência entre contas na NuConta

E se a conta for de outra pessoa?

Não paga nada, também.

Posso fazer um DOC (Documento de Ordem de Crédito)?

Não, só vai rolar TED.

E se eu quiser transferir para uma conta fora do país?

Por enquanto, não é possível fazer transferência para contas em outros países.

Como é que eu tiro meu dinheiro da NuConta pra comprar minhas coisas?

Existem duas opções.

A mais barata e burocrática é transferir o dinheiro que está na NuConta para um outro banco e aí fazer o saque. O lado bom é que você não paga nada para fazer essa operação (pelo menos na NuConta, se o seu banco tem limite de saque, aí já são outros quinhentos).

A outra é ir em um Caixa 24 Horas e pagar R$ 6,50 pelo saque. Reforçando, essa função ainda não está disponível para todos – apenas para quem tem o mais novo cartão de crédito, que também tem a função débito.

E como eu deposito dinheiro?

Você transfere uma grana que tem em outro banco para a NuConta, que tem código de operação 260. Outra opção é emitir um boleto via NuConta e pagá-lo, ai o dinheiro cai lá normalmente e não há cobrança de nenhuma taxa, de nenhum dos bancos.

É possível também ativar a opção de portabilidade para conta-salário.

A conta-salário é a conta aberta pelos empregadores para fazer o depósito mensal dos salários de funcionários e você pode pedir para que o dinheiro seja automaticamente transferido para a NuConta.

Dá para fazer pagamentos pelo Samsung Pay, Google Pay, Apple Pay e afins, direto da NuConta?

Não, eles ainda não tem parcerias com essa galera.

E por que diabos eu quero ter uma conta dessas?

Além de não ter tarifas para realizar essas operações que a gente citou acima, toda a grana que você coloca lá começa a render. É automático, nem precisa escolher um investimento e rende todo dia útil, você pode tirar a hora que você quiser.

Tela de rendimentos da NuConta

E que investimento é esse? Onde que o Nubank tá colocando minha grana?

São títulos públicos, com uma taxa indexada ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Mais precisamente, é um LFT (Letra Financeira do Tesouro), um título pós-fixado. Na prática, quer dizer que a rentabilidade é determinada pela taxa básica de juros (Selic). Ele acompanha a variação do juro diariamente. Se a tendência é de alta da Selic, ele valoriza.

Qual é a rentabilidade?

Atualmente a rentabilidade está em 6,4% ao ano, mas esse número varia. De conta para conta, esse número pode variar, mas sempre bem próximo ao valor atual do CDI. O Nubank garante que é um valor maior do que a poupança tradicional e da maioria das opções de CDBs presentes no mercado.

Isso é seguro, vai render mesmo?

Na teoria, é, sim. É um investimento de baixo risco. Os títulos públicos são vistos assim porque a probabilidade do governo não honrar a dívida é muito mais baixa do que as chances de qualquer outra entidade (como empresas e bancos) fazerem isso.

E só tem uma opção de investimento?

Sim, é só essa mesmo, você não pode escolher como faz no banco tradicional.

Tá, mas eu coloco meu dinheiro nisso aí, tem alguma segurança? E se os caras quebrarem?

Como o Nubank opera como conta de pagamento, todo o dinheiro depositado fica separado do patrimônio da empresa e esse dinheiro só pode ser usada em aplicações em Títulos Públicos Federais. Se o Nubank quebrasse, nenhum juiz poderia considerá-las na hora de liquidar a dívida do banco.

Mas eu estou segurado pelo Fundo Garantidor de Créditos?

Esse investimento não é segurado pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que promete devolver até R$ 250 mil por CPF se o banco no qual você tem depósitos for liquidado… Mas, como falamos acima, o patrimônio do Nubank está separado da grana que rola na NuConta, então o juiz não iria considerar isso se liquidasse a empresa. É isso aqui o que o próprio Banco Central diz sobre o modo de operação do Nubank:

“Os recursos mantidos em conta de pagamento não respondem diretamente por nenhuma obrigação da instituição de pagamento, nem podem ser objeto de arresto, sequestro, busca e apreensão ou qualquer outro ato de constrição judicial em função de débitos de responsabilidade da instituição de pagamento. Além disso, os recursos ficam alocados em conta específica mantida no Banco Central ou aplicados em Títulos Públicos Federais.”

Meu nome está no Serasa, o que eu faço?

A abertura da conta não passa por avaliação de crédito, então tá de boa. Dá para criar.

E vai ter crédito dentro da NuConta, financiamento, essas coisas?

Por enquanto não.

Tem cheque especial?

Tem não.

Aplicativo do Nubank

Como é que eles vão ganhar dinheiro com a NuConta?

Sabe esse dinheiro que você tá colocando na conta e tá rendendo? O Nubank tá ficando com um pedacinho do seu rendimento: 1%. Isso significa que 99% do que você ganhou realmente vai para você, e 1% vai para a conta deles, o que é menos que a maioria dos fundos de investimento – comprar direto, é claro, tende a ser mais barato em geral. Os executivos dizem que essa porcentagem serve só para pagar as contas de operação e que não estão gerando lucro. Esse nem é o objetivo com a NuConta, dizem.

Eu já posso fechar minha conta no banco tradicional e viver com a NuConta?

Olha, não é uma boa ideia, não. Nem um pouco recomendado. Mantenha a sua conta, a NuConta é só um complemento, um lugar pra você investir um dinheirinho e eventualmente pagar algumas contas, como a fatura do seu cartão Nubank.

Da hora, onde eu me inscrevo?

É só entrar no site e pedir para abrir uma conta. Não tem análise de crédito envolvida.

Eu já tenho o cartão Nubank, já vou ter acesso à NuConta?

Sim, ela está liberada para todos.

E dá pra mandar nudes pela NuConta?

Que isso… Olha, não dá, não, mas quem quer sempre dá um jeito.

Este artigo foi atualizado em 24 de janeiro de 2019 para adicionar as novidades da NuConta.