Nesta quinta-feira (24), a Microsoft enfim revelou oficialmente o Windows 11. A próxima atualização no sistema operacional trará não apenas uma interface renovada e mais intuitiva de usar, mas também chegará com a promessa de updates mais constantes e menos pesados. Além disso quem tiver uma máquina rodando Windows 10 poderá baixar o novo software gratuitamente.

E quem não quiser esperar? Pois saiba que, a partir da semana que vem, já será possível usar o Windows 11 por meio do programa Insider, que disponibiliza recursos do Windows antes de serem lançados ao público em geral. No caso, é uma das primeiras prévias do novo Windows 11. Portanto, para quem deseja se antecipar, também é importante destacar alguns requisitos.

Requisitos mínimos para instalar o Windows 11

De acordo com a Microsoft, para um computador ou notebook ser compatível com a próxima versão do sistema Windows, ele precisará ter as seguintes configurações mínimas:

  • Processador: 1 GHz ou mais rápido, com 2 ou mais núcleos, em um chipset de arquitetura de 64 bits compatível ou SoC (system-on-chip);
  • Placa gráfica: compatível com DirectX 12 ou posterior, com driver WDDM 2.0;
  • Memória RAM: 4 GB ou superior;
  • Armazenamento interno: 64 GB ou superior;
  • Tela: HD (720p), com pelo menos 9 polegadas e 8 bits por canal de cor;
  • Firmware do sistema: UEFI e inicialização segura;
  • Chip TPM: Trusted Platform Module na versão 2.0.

Vale ressaltar que, na primeira utilização do Windows 11, será necessário estar conectado à internet. A Microsoft não especificou exatamente o motivo, mas este também será um ponto obrigatório.

Como ingressar no Windows Insider

Usuários inscritos no programa Insider poderão experimentar em primeira mão as novidades do Windows 11. No entanto, vale citar que a versão final só chegará durante o período das festas de fim de ano.

Imagem: Microsoft

Para se inscrever, você pode acessar este link e clicar no botão “Inscreva-se”. Se estiver em um PC com Windows, também é possível acessar Configurações > Atualização e segurança > Programa Windows Insider. Logo de cara você saberá se a sua máquina é compatível com o Windows 11, que é a última versão do sistema disponível no programa de testes.

Se você já faz parte do programa Insider e o computador não atender aos requisitos mínimos, saiba que você ainda pode tentar instalar o software. Porém, a Microsoft recomenda fazer downgrade caso problemas comecem a aparecer. Logo, o procedimento precisa ser feito por sua conta e risco.

Assine a newsletter do Gizmodo

Quero esperar pela versão final do Windows 11. Quanto vai custar?

O Windows 11 será disponibilizado como uma atualização gratuita para quem já tem um computador ou notebook com Windows 10. Esse update sem custo adicional valerá até 2022. Usuários de Windows 7, 8 ou versões ais antigas não estão inclusos nessa leva, o que significa que essa parcela de consumidores precisará adquirir uma nova licença para utilizar a plataforma.

Agora, se mesmo assim você usa o Windows 10 e não está muito interessado em fazer a atualização, saiba que o suporte ao sistema só valerá até 2025, quando a Microsoft planeja interromper a distribuição de updates de segurança. Então tem mais quatro anos pela frente até que isso aconteça.