Marte é um dos nossos vizinhos espaciais mais próximos, mas mesmo assim ele está bem longe, motivo pelo qual sua maior aproximação em uma década é algo tão imperdível. Eis como e por que assistir a abordagem próxima de Marte, e o que você deve procurar.

As órbitas de Marte e da Terra às vezes deixam os dois planetas bem próximos. Na maior aproximação, que ocorre nesta segunda-feira (30), eles estarão a 75,3 milhões de km um do outro. A última vez que esses vizinhos planetários estiveram tão perto foi em novembro de 2005.



earth-mars-tilt
As órbitas de Marte e Terra (NASA)

A maior aproximação de Marte em mais de uma década não é apenas um fato obscuro da astronomia para impressionar seus amigos, no entanto: é também um excelente momento para ver o planeta de uma forma que não costuma ser possível.

A pouca distância faz com que o planeta vermelho pareça ligeiramente maior e mais brilhante no céu do que o comum. A diferença é suficiente para tornar o planeta mais fácil de detectar, mesmo a olho nu. Se você usar um telescópio ou um bom par de binóculos (minha preferência), então você terá uma vista ainda mais poderosa do que o habitual.

Como assistir

mars-apparent-size-2016
Marte em cada mês de 2016 (NASA)

Como você pode ver acima, Marte vem se aproximando lentamente de nós nos últimos meses, e vai se afastar novamente nos meses seguintes. Qualquer dia entre 18 de maio e 3 de junho será excelente para ver o planeta vermelho, porém o ápice da abordagem de Marte será em 30 de maio. O momento exato é 18h34 (horário de Brasília). No entanto, por razões óbvias, este não é o momento ideal para uma observação noturna do céu.

Minha recomendação para observar a abordagem de Marte é à meia-noite. É quando o planeta estará muito mais próximo e mais brilhante, o céu também estará bem escuro, e Marte estará em seu ponto mais alto no céu.

marte aproximacao 2016
Mapa de visualização da abordagem de Marte (Planetarium)

Para encontrar o planeta à meia-noite, olhe para o leste – onde nasce o Sol – e localize a estrela brilhante Antares na constelação de Escorpião. Marte será um ponto vermelho acima da constelação, à esquerda de Antares. Se você optar por procurar Marte depois desse horário, ajuste o seu campo de visão e olhe para o sudeste e sul.

O Observatório Astronômico de Piracicaba (SP) vai receber visitantes nesta segunda-feira (30), das 20h às 21h30, para verem Marte. Ele fica no quilômetro 3 da Rodovia Fausto Santomauro (SP-127), que liga Piracicaba a Rio Claro (SP); a entrada é gratuita.

Você também pode assistir o fenômeno em casa com a equipe do Slooh: o site fará livestream do telescópio deles a partir das 22h nesta segunda-feira (30). O projeto brasileiro Ciência e Astronomia também fará uma transmissão ao vivo a partir das 22h – acompanhe aqui.

Vez ou outra, surgem rumores na internet de que Marte vai se expandir em nosso céu como uma grande lua vermelha. Que fique bem claro: isso nunca aconteceu e não vai acontecer – afinal, o planeta vermelho está a uma distância extremamente maior que a Lua. Ainda assim, Marte vai parecer um pouco maior e mais brilhante no céu, dependendo de quando você o vir.

Imagem de Mars capturada pelo telescópio espacial Hubble dias antes da abordagem com a Terra (NASA). Colaborou: Felipe Ventura.