Do interior de Minas Gerais, para o mundo. Já pensou em fazer parte da equipe que trabalha nos bastidores do mundo de Harry Potter? Para muitos fãs, isso é sonho distante, mas para o designer gráfico Eduardo Lima, é uma realidade. O mineiro de 47 anos, que vive em Caxambu, é um dos responsáveis por dar vida ao mundo bruxo. 

Trabalhando na franquia desde o segundo filme da série, “A Câmara Secreta” (2002), ele também está na produção do spin-off “Animais Fantásticos” e dos livros ilustrados da saga. Formado em comunicação visual pela PUC-RJ e apaixonado por cinema, ainda recém-formado e com o sonho de morar fora do Brasil, foi para Londres, na Inglaterra, para estudar. 

Lá, ele se apaixonou pelo país europeu e, depois de resolver algumas burocracias, se mudou de vez para a Inglaterra junto com o marido, Maurício Carneiro. Com o sonho de contar histórias e experiência como assistente de montagem de filmes na bagagem, Eduardo conheceu a também designer Miraphora Mina, que estava trabalhando na produção do segundo longa de Harry Potter. Ela ofereceu um estágio a ele, mas a parceria cresceu tanto que hoje os dois são sócios na empresa MinaLima – junção dos sobrenomes de ambos.  

“Quando eu a conheci, não sabia nada de Harry Potter ainda. Ela me contou que tinha terminado o primeiro longa e estava trabalhando no segundo. Então, comecei a ler o livro e me apaixonei”, contou em entrevista ao UOL Splash. “Logo no terceiro capítulo eu pensei: ‘Tem algo de muito especial nesta história”. 

Além do trabalho com os filmes, Eduardo Lima e Miraphora Mina também são responsáveis pelas ilustrações das edições especiais dos livros, que no Brasil são lançados pela Editora Rocco. O mais recente deles é “Harry Potter e a Câmara Secreta”, que chegou às lojas em janeiro deste ano.

E, depois de trabalhar em sete filmes da franquia, além dos livros ilustrados da saga, agora Eduardo também foi chamado para criar o universo de “Animais Fantásticos”.

“É uma coisa que nos deixa cada vez mais empolgados por trabalhar com esse mundo bruxo. No caso de ‘Animais Fantásticos’, não tínhamos base de nada e se tratava de uma história que se passa 70 anos antes de Harry Potter, em 1926”, lembra o designer. “Disseram: ‘Faz ai!’, mas foi legal também porque visitamos além do mundo mágico e também vimos o mundo trouxa. Foi bacana, tivemos muito o que pesquisar.” 

O terceiro filme, “Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore”, chegará aos cinemas em 15 de abril deste ano e, como já foi revelado, terá Maria Fernanda Cândido no elenco, assim como algumas cenas no Brasil.