A Epic Games novamente está sendo processada por conta dos passos de dança em Fortnite, um traço extremamente popular do jogo. Desta vez, um YouTuber e coreógrafo americano entrou com um processo contra a empresa, alegando o uso não autorizado de um passo de dança no game. 

Kyle Hanagami, que já trabalhou com artistas como Justin Bieber, Britney Spears, o grupo de k-pop BlackPink e outros, é o responsável pela ação judicial. O processo parte do YouTuber e coreógrafo, que alega que o gesto de dança “É Complicado” (It’s Complicated) em Fortnite copia um movimento criado por ele mesmo. 

Hanagami possui direitos autorais em cima do movimento de dança em questão. O processo foi aberto na terça-feira (29), e os advogados de Hanagami alegam que a coreografia utilizada pela Epic Games é protegida por direitos autorais. 

O vídeo de Hanagami que apresenta a coreografia foi publicado em 2017. Em agosto de 2020, Fortnite lançou o emote “É Complicado”, com a primeira seção da dança quase idêntica à coreografia do YouTuber

O processo afirma que a Epic “não creditou Hanagami nem buscou seu consentimento para usar, exibir, reproduzir, vender ou criar um trabalho derivado com base na coreografia registrada”.

Um vídeo de comparação das duas coreografias, analisando os movimentos, foi divulgado pelos advogados de Hanagami. Veja abaixo:

No processo, Hanagami pede por uma decisão judicial para impedir que a dança apareça em Fortnite. Além disso, o processo argumenta que Fortnite lucrou com o trabalho protegido por direitos autorais e pede que a Epic Games remova o emote e pague ao coreógrafo os lucros obtidos.

“A lei de direitos autorais protege a coreografia assim como protege outras formas de expressão artística. A Epic deve respeitar esse fato e pagar para licenciar as criações artísticas de outros antes de vendê-las.”, disse o advogado David Hecht em comunicado ao site Kotaku.

 Em 2018, o rapper 2Milly, o influencer do Instagram Backpack Kid e o ator Alfonso Ribeiro já entraram com processos no passado acusando a cópia de movimentos de dança no Fortnite.  Mas todos estes processos citados acabaram arquivados, visto que as personalidades em questão não possuíam direitos autorais sobre os movimentos de dança que o Fortnite teria copiado.