Se você achou que os preços da Amazon eram bons demais para serem verdade, bem… talvez eles realmente fossem — para a Amazon, pelo menos. A empresa conseguiu faturar US$ 13,8 bilhões e, mesmo assim, perder US$ 274 milhões no último trimestre. E embora um bom pedaço dessas perdas tenham decorrido do LivingSocial e de taxas de câmbio estrangeiras, no geral as coisas não estão bem nos domínios de Bezos.

A Amazon manteve o silêncio acerca de quantos dispositivos Kindle vendeu, mas reiterou que não fez um tostão daqueles que vendeu. Disse o CEO Jeff Bezos:



“Nossa abordagem é trabalhar pesado para cobrar menos. Venda dispositivos próximos do custo de produção e você conseguirá colocar muito hardware sofisticado a um preço bem baixo… E a nossa abordagem tem funcionado — o Kindle Fire HD de US$ 199 é o produto mais vendido da Amazon no mundo inteiro. Surpreendentemente, isso é verdade mesmo quando mensurado por unidades vendidas.”

A abordagem talvez esteja funcionando em termos de não deixar unidades acumulando poeira virtual nas prateleiras web da Amazon, mas claramente tem se traduzido em menos e menos lucro. Mas hey, isso pelo menos significa que você está tendo realmente um belo desconto que pensava.

O pior mesmo parece ser aquele investimento no LivingiSocial: embora a Amazon não seja dona de toda a empresa de ofertas diárias, ela tem um bom pedaço do decadente negócio. Um que contabilizou perdas de US$ 169 milhões, sozinho, só nesses últimos três meses.

A Amazon parece um barco que precisa de direção. Ou talvez apenas jogar fora essa coisa toda de LivingSocial. [Businesswire]