Você é daqueles que sofre com a famosa “ressaca literária”? Fica procrastinando e não consegue terminar um livro? A nova parceria do Spotify com o Storytel promete resolver esse problema. A empresa sueca, que oferece um serviço de streaming de audiobook, pretende integrar sua biblioteca com a plataforma do Spotify ainda este ano.

A Storytel é uma das primeiras grandes editoras a aproveitar as vantagens da nova assinatura exclusiva do Spotify, uma iniciativa anunciada no mês passado que visa dar aos criadores novas maneiras de monetizar seu conteúdo e aumentar seu público. Com mais de 500 mil audiolivros em 25 países, a companhia concorre com o serviço da Amazon, o Audible.

Assim que a integração estiver ativa, os usuários com contas vinculadas podem ouvir a biblioteca do Storytel no Spotify, embora ainda precisem ter uma assinatura da plataforma de audiobook.

 Resumindo, é um aplicativo a menos ocupando espaço no seu telefone, mas o mesmo número de taxas mensais saindo de sua conta bancária. Ao contrário do sistema baseado em crédito da Audible, onde você paga pelo livro, o Storytel cobra de seus assinantes um preço fixo para acesso ilimitado à sua biblioteca, R$27,90 por mês. A plataforma tem atualmente cerca de 1,6 milhão de assinantes e está trabalhando para expandir seu catálogo de audiolivros para mais países, disse o fundador e CEO da empresa, Jonas Tellander, à Reuters.

“A parceria com o Spotify tornará experiências incríveis de audiolivros e autorias emocionantes mais fáceis de acessar para nossos clientes, enquanto também aproveitamos a oportunidade de alcançar novos públicos que estão no Spotify hoje, mas ainda não experimentaram a magia dos audiolivros’, Tellander disse em um comunicado à imprensa na quinta-feira (20).

No mesmo comunicado, o Spotify traçou planos para continuar sua expansão visionária em todo o mercado de áudio, sem dúvida para acompanhar o ritmo da concorrente Apple, como no lançamento da plataforma de assinatura paga para criadores de podcast, que irá rivalizar com a do fabricante do iPhone.

Assine a newsletter do Gizmodo

“O objetivo do Spotify é ser a plataforma única para todos os tipos de áudio: música, podcasts, conversas ao vivo e, agora, por meio dessa parceria, audiolivros”, disse o chefe global dos estúdios Courtney Holt na quinta-feira.