Faz mais de um ano que a Microsoft mostrou o HoloLens pela primeira vez. Ficamos impressionados com este headset de realidade mista que projeta hologramas sobre o mundo real, e a partir de hoje, desenvolvedores podem finalmente adquiri-lo na pré-venda.

>>> A nova versão do HoloLens da Microsoft está entre nós, e é fantástica
>>> As ideias bem loucas da Microsoft para assistir esportes usando o HoloLens

O HoloLens custa US$ 3.000 e será enviado em 30 de março. Vale lembrar que esta é uma edição para desenvolvedores, não destinada aos consumidores, por isso é tão cara.

Desenvolvedores nos EUA e Canadá que fizeram o registro on-line e foram aprovados começarão a receber convites para comprar o HoloLens hoje.

A Microsoft também está revelando novos detalhes sobre o hardware, bem como sobre os apps criados internamente.

1232153720626975119

Hardware

Na parte de hardware, temos uma lista muito bem detalhada de especificações: processor da Intel de 32 bits, unidade de processamento holográfico (HPU), 2 GB de RAM, 64 GB de armazenamento, mais conectividade Bluetooth e Wi-Fi.

A Microsoft também revela algumas especificações ópticas: o HoloLens terá uma resolução holográfica de 2,3 milhões de pontos de luz, e densidade holográfica superior a 2.500 radiantes (pontos de luz por radiano).

O headset é projetado para se ajustar em diversos formatos e tamanhos de cabeças de adultos “sem colocar qualquer pressão indevida sobre suas orelhas ou nariz”, diz a Microsoft. Há calibração automática de distância pupilar, e ele funciona com óculos de grau também.

Será possível realizar comandos usando a voz, gestos e um acessório chamado Clicker, que possui um botão para você clicar em objetos à sua frente. Também é possível clicar tocando o dedo no ar. Ele tem acompanhamento ocular, permitindo usar seus olhos para selecionar diferentes objetos holográficos. O vídeo abaixo mostra como isso funciona:

O HoloLens usa acelerômetros e giroscópios para acompanhar o movimento da sua cabeça, mais quatro câmeras para “compreensão do ambiente”, uma câmera de profundidade, e quatro microfones. O headset pesa 579 g e durará 2 a 3 horas por carga.

Em suma, a Microsoft desenvolveu um hardware notável, e já está inovando em relação a headsets de realidade virtual futuristas como o HTC Vive e o Oculus Rift: o HoloLens é completamente sem fios – não há cabos prendendo você a um computador.

Apps

O que você pode fazer com o HoloLens? No lançamento, haverá sete apps de demonstração disponíveis na Loja do Windows, incluindo alguns jogos. Eles rodam em um sistema operacional chamado Windows 10 Holographic.

Os primeiros apps cobrem uma ampla gama de usos possíveis para o HoloLens. Há uma versão especial do Skype, que transforma em um holograma a pessoa com quem você estiver conversando.

O HoloTour renderiza um local remoto dentro de um cômodo, para que você possa explorá-lo em 360 graus. Isso soa um pouco como alguns dos passeios em 360 graus que estão disponíveis para headsets de realidade virtual.

Há dois apps orientados a criadores de conteúdo. O Actiongram serve para fazer vídeos de realidade mista, enquanto o HoloStudio permite baixar um projeto 3D no qual você já trabalhou antes em um computador, criar um holograma dele e modificá-lo como quiser.

E os jogos! O primeiro se chama RoboRaid, que é a versão final do game que a Microsoft demonstrou no ano passado. É um shooter em primeira pessoa no qual o objetivo é defender sua casa contra invasores que surgem quebrando as paredes.

Young Conker é um jogo de plataforma pensado para o HoloLens. Ao invés de criar fases pré-renderizadas, ele adapta os níveis do jogo para o espaço onde você está. De acordo com a Microsoft, até mesmo começar em um ponto diferente da sala fará com que a fase seja um pouco diferente.

Por fim, temos o Fragments, um drama policial que se desenrola em realidade mista no espaço à sua frente, permitindo procurar pistas e acompanhar histórias em sua casa.

Antes de você se animar sobre jogos, no entanto, a Microsoft nos pediu para deixar bem claro que todos os apps disponíveis no lançamento são estritamente para fins de demonstração. Eles foram feitos para dar aos desenvolvedores uma sensação do que é possível fazer com o HoloLens, e não são concebidos impressionar consumidores.

Por enquanto, o HoloLens continua a ser um produto para desenvolvedores, mas o hardware sofisticado e os apps de demonstração mostram que a empresa está levando a sério a ideia de hologramas em nossas vidas cotidianas.