Quase qualquer funcionário tem na ponta da língua a resposta para melhorar sua rotina de trabalho: ser mais produtivo. A busca por ficar satisfeito com o próprio desempenho, no entanto, pode se tornar facilmente algo cansativo e estressante.

A receita para a sonhada produtividade pode ser alcançada com autocontrole, priorização de tarefas, e um melhor gerenciamento do tempo. Na teoria é fácil, o problema é executá-la. Mas você não está sozinho.

Se você quer ser mais produtivo no trabalho, aqui está a nossa seleção de livros que trazem uma série de dicas para ter mais produtividade.

A Única Coisa

Livro de produtividade: A única coisa

O livro desmistifica uma série de mitos sobre produtividade e gestão do tempo. Além disso, os autores, Gary Keller e Jay Papasan, explicam que o segredo para alcançar objetivos é dedicar-se apenas a uma coisa — desde, é claro, que ela seja realmente importante para você.

Compre na Amazon:

A Única Coisa
A Única Coisa: A verdade surpreendentemente simples por trás de resultados extraordinár...
R$ 24

A arte de fazer acontecer

Livro A Arte de Fazer Acontecer

Escrito por um dos mais conhecidos consultores e instrutores de produtividade, neste livro David Allen apresenta um guia com 10 etapas simples de como trabalhar de forma mais organizada. Para isso, ele apresenta o método de organização batizado de GTD e explica como aplicá-lo na prática.

Compre na Amazon:

A arte de fazer acontecer
A arte de fazer acontecer: guia prático: 10 etapas para a produtividade sem estresse
R$ 39

Trabalhe 4 horas por semana

Livro Trabalhe 4 horas por semana

Indicado principalmente para empreendedores, o livro traz as dicas do empresário e investidor anjo Tim Ferriss para simplificar o que precisa ser feito, permitindo que a pessoa tenha mais tempo para aproveitar a vida. A ideia central do livro é mostrar como otimizar tarefas e terceirizar o máximo de serviço possível.

Compre na Amazon:

Trabalhe 4 horas por semana
Trabalhe 4 horas por semana: 3ª Edição
R$ 30

O Gizmodo Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.