Se tem um astro de Hollywood que não para de causar polêmicas e figurar nas manchetes, ele com certeza é Ezra Miller. O ator de “The Flash” e da franquia “Animais Fantásticos” vem ficando famoso não só por suas atuações, mas principalmente pelos problemas com a justiça norte-americana. 

Nesta semana, a revista Rolling Stone noticiou que o ator está sendo acusado de hospedar três crianças, junto da mãe dos pequenos, em sua fazenda repleta de armas, munições e drogas. 

De acordo com a publicação, o pai das crianças não teria contato com a família, enquanto a mãe alegou que estaria fugindo de um relacionamento abusivo. Outras fontes próximas afirmaram que as crianças teriam corrido perigo por causa das munições. 

Porém, vale lembrar que essa não é a primeira polêmica que Miller se envolve. O ator já chegou a ser preso duas vezes em menos de um mês, além de ter ordem de restrições a pedido dos pais de duas crianças. Confira abaixo três grandes polêmicas de Ezra Miller: 

Agressão a fã na Islândia

As controvérsias começaram em 2020, quando um vídeo mostrava ele agredindo uma fã na Islândia, jogando a jovem no chão e tentando estrangulá-la. As imagens com pouco mais de sete segundos mostram o ator dizendo: “Ah, você quer lutar? É isso que você quer fazer?” para uma desconhecida no local. Ela parece estar brincando e se prepara para uma briga. Miller, então, agarra a mulher pela garganta e a joga no chão violentamente.

Uma fonte do bar contou à revista Variety que a situação começou depois que fãs “insistentes” confrontaram Miller. Ele foi expulso do local, e nenhuma prisão foi realizada na ocasião. 

Prisões no Havaí

Entre março e abril, Ezra foi detido duas vezes no Havaí acusado de agressão. Na primeira delas, em 28 de março, a polícia local comunicou no Facebook que: “Miller ficou nervoso quando clientes do bar começaram a cantar no karaokê. Ele começou a gritar e a proferir xingamentos e, em certo ponto, arrancou o microfone da mão de uma mulher que estava cantando. Depois, ainda atacou um homem que estava jogando dardos”.

Miller foi acusado de conduta desordeira e agressão, mas liberado após pagar uma fiança de 500 dólares. Menos de um mês depois, o ator foi novamente preso, acusado de agredir uma mulher com uma cadeira em uma festa.

A polícia local afirma que Miller ficou enfurecido após pedirem que ele se retirasse de uma festa no condado de Pahoa, próximo a Hilo. Segundo um comunicado, a mulher de 26 anos foi atingida, ficou com um corte de 1,2 centímetro na testa, mas recusou tratamento. Como destaca a Variety, os policiais deram voz de prisão por volta de 1h30 da manhã, enquanto o ator estava em seu carro, parado no sinal. Miller teria sido liberado pouco depois das 4h, e as autoridades locais abriram uma investigação sobre o incidente. 

De acordo com o site Hawaii News Now, o incidente aconteceu no mesmo dia em que Ezra participou de um tribunal via Zoom para responder às acusações de sua primeira prisão. 

Ordens de restrição

Após ser preso, ele voltou ao noticiário policial quando um casal entrou com uma medida restritiva por causa de ameaças e uma tentativa de roubar o passaporte do pessoal. Em documentos obtidos pelo Radar Online, o casal pede ao tribunal que Miller não entre em contato com eles e que fique longe de sua casa e locais de trabalho. 

Recentemente, Ezra Miller foi acusado por um casal de manipular, drogar e agredir a filha deles, Tokata Iron Eyes, de 18 anos. De acordo com documentos obtidos pelo portal TMZ, os familiares alegam que o artista se relaciona com a jovem desde que ela tinha 12 anos e pedem na Justiça uma ordem de restrição para que ele não se aproxime mais dela.

E não para por aí! Miller também foi acusado de assediar outra criança, uma pessoa não-binária de 12 anos, e recebeu outra ordem de restrição. Com isso, o ator que interpreta o Flash na franquia cinematográfica da DC Comics vê seu futuro incerto e pode ser cortado de projetos futuros com a Warner Bros. A empresa está planejando substituir o ator depois do lançamento do primeiro filme do personagem da DC, que está previsto para acontecer em 2023.