A Techland anunciou várias novidades para o seu jogo Dying Light 2. O game de ação e sobrevivência virá com milhares de movimentos de parkour, vilões mais fortes e um gráfico assustadoramente bom.

Durante o dia, os humanos comandam a cidade, mas a noite pertence ao exército de mortos vivos. O cenário mostra uma cidade destruída após 15 anos do apocalipse.

A jogabilidade ajuda bastante a escapar da zumbizada. Segundo os desenvolvedores, existem cerca de 3 mil movimentos  de parkour possíveis. A maioria das passagens se parecem com beiradas de prédios ou suporte de guindastes – às vezes você vai precisar pular de um prédio para outro.

A versão dois está ainda mais insana, com zumbis mutantes cheios de habilidades assustadoras. Como se mata quem já morreu? Bom, primeiro tem o básico – acerta a cabeça do infeliz. Mas em Dying Light 2, você vai contar com armas caseiras bem eficientes produzidas “manualmente” durante o jogo.

É preciso usar bem a cabeça para conseguir escapar sem mordidas, e quando você pensar que os zumbis são seu único problema, lembre-se: os vivos também não estão nem aí para você.

Sobre o jogo

Dying Light 2 é um game de ação e sobrevivência em primeira pessoa ambientado em um mundo aberto pós-apocalíptico dominado por zumbis famintos. Nele, você vai percorrer uma cidade devastada por uma misteriosa epidemia de vírus. Procure suprimentos, crie armas e enfrente hordas de infectados.

Assine a newsletter do Gizmodo

Além de tentar fugir dos mortos vivos, você terá que fazer uma escolha difícil para completar uma missão secreta. A lealdade aos seus superiores será mais forte do que a vontade de salvar os sobreviventes? A escolha é sua…

Dying Light 2 será lançado em 7 de dezembro e a pré-venda já está disponível para PS4, PS5, Xbox e PC. O jogo é dos mesmos criadores de “Dead Island” e “Call of Juarez”.