É preciso guardar as caixas dos produtos eletrônicos?

Há casos em que as embalagens de eletrônicos podem ser úteis, enquanto em outros elas são apenas lixo comum. Saiba quando vale guardá-las
É preciso guardar as caixas dos produtos eletrônicos?
Imagem: Unsplash/Julian O'hayon

Guardar as caixas dos produtos eletrônicos ou jogá-los fora? Essa é uma questão comum para quem mora em apartamentos pequenos ou não quer ocupar um armário inteiro com caixas velhas.

Se você tem mania de manter as embalagens de videogames, notebooks, smartphones e acessórios eletrônicos em geral, saiba que há argumentos favoráveis para isso. Mas saiba também que nem toda caixa vale a pena ser guardada por anos e anos.

Entenda quando é (e quando não é) importante manter a caixa dos eletrônicos, neste guia do Giz Brasil:

Para devolver o produto

Não são raras as vezes em que você compra um produto e ele apresenta algum defeito ou você se arrepende por um motivo qualquer. Nesse caso, a regra geral é que é preciso devolvê-lo como o recebeu, incluindo a caixa original. Por isso, lembre-se de guardar a caixa pelo menos até expirar o período de garantia dos eletrônicos, que costuma ser de (no mínimo) três meses. Passado o período, pode descartá-la.

Para revender

Alguns tipos de produtos tendem a se valorizar mais no mercado de usados quando vêm junto com a caixa original. Isso acontece principalmente em produtos premium, como edições limitadas de videogames, produtos da Apple e itens retrô. Nesses casos, a caixa faz parte da experiência de exclusividade que esse tipo de produto cria. Também é um bom indício de que ele está em boas condições, o que também eleva seu valor de revenda.

Ao mudar de residência

Quem costuma se mudar de casa com frequência sabe a dor de cabeça que é ter que embalar todos os itens para fazer o transporte. Entretanto, tendo em mãos a caixa original, esse processo fica muito mais fácil. Como o item se encaixa perfeitamente dentro da embalagem, os riscos dele se quebrar pelo caminho ficam bem menores.

Quando há peças extras

Alguns produtos eletrônicos vêm com peças que talvez você não use no momento, mas que podem ser úteis futuramente. É o caso de smartphones, que vêm com cabos USB e carregadores, ou peças de computador, que costumam vir com parafusos e cabos extras. O ideal é ter um local separado para guardar esses itens, mas deixá-los dentro da caixa original é uma forma mais prática de não perdê-los.

Dicas para guardar as caixas dos produtos

Dito isso, também não adianta guardar as caixas de qualquer jeito. O certo é separar um espaço da casa apenas para essa função. Outra dica é organizá-las por tamanho, pois isso agiliza na hora de procurar por uma caixa. Se faltar espaço, você pode colocá-las uma dentro da outra. E, se realmente estiver faltando espaço, agende um momento para se livrar de algumas delas.

Assine a newsletter do Gizmodo

Igor Nishikiori

Igor Nishikiori

Formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Já passou pelas redações da Editora JBC, São Paulo Shimbun, Folha de S. Paulo e Portal R7. Prefere o lado alternativo das coisas, de música a futebol.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas