A Hazelight, desenvolvedora do jogo It Takes Two, está sendo processada pela Take-Two, gigante dona de diversos estúdios dentre elas a Rockstar Games, de GTA. O conflito acontece porque a Take-Two alega que o jogo da Hazelight está ganhando dinheiro por conta do nome da empresa, por serem parecidos.

A Take-Two abriu o processo assim que o jogo rival foi lançado, em março deste ano. Mas recentemente foi encontrado um documento mostrando que a Hazelight emitiu um aviso de abandono enviado ao Escritório de Patentes dos Estados Unidos. Mas não contestou que o motivo foi devido à Take-Two.

Ao site Eurogamer, um porta-voz da Hazelight disse que o estúdio “não pode comentar sobre as disputas em andamento”, mas a equipe está “esperançosa que isso seja resolvido”.

Concorrem ao melhor jogo do ano

It Takes Two é o novo lançamento da Hazelight, desenvolvedora conhecida por jogos multiplayer cooperativo. E esse não é diferente.

A temática parece vinda de um filme infantil, mas não perde o charme e a jogabilidade cativante. Os jogadores são o casal Cody e May, dois humanos transformados em bonecos por um feitiço. Preso em um mundo fantástico, o casal é desafiado a salvar seu relacionamento conturbado pelo guru do amor Dr. Hakim.

Misturando brinquedos e imaginação, o game foi aclamado pela crítica e está concorrendo ao jogo do ano no “The Game Awards” (veja os candidatos aqui).

Histórico de processos

A Take-Two é conhecida por defender ferrenhamente suas patentes e entrar com ações judiciais contra empresas ou marcas que registrem nomes parecidos de seus jogos ou estúdios.

Os registros do Escritório de Patentes dos EUA mostram que a gigante está por trás de processos para contestar vários títulos integrados com as palavras “rockstar”, “social club”, “mafia”, “civilization” e muito mais.

Entre esses processos estão: o uso da marca “Starrocks” por uma empresa de Pequim; o nome da marca de roupas Max Fayne (existe o game Max Payne); a marca de livros musicais para apresentações ao vivo “Think Like A Rockstar” abandonou o nome após a ação judicial; e uma empresa de lançamento de machados chamada “Rockstar Axe Throwing” está tentando manter o nome depois da interpelação judicial da Take-Two.