A Epic Games, desenvolvedora do Fortnite e da Unreal Engine 4, havia anunciado na semana passada que lançaria a sua própria loja de games para concorrer com a Steam. Na última sexta-feira (7), durante o Game Awards, o site da plataforma foi ao ar.

A Epic Games Store ainda tem um catálogo muito tímido, mas promete vantagens para os gamers.

Para começar, a companhia tem com exclusividade o título Hades, o mais recente jogo dos desenvolvedores de Bastion e Pyre. Além dele, aparecem também Ashen, Hello Neighbor, Genesis Alpha One e, é claro, Fortnite. A companhia prometeu ainda trazer o aclamado Journey, até agora exclusivo do PlayStation. Outros jogos também são exibidos no site com a etiqueta “em breve”.

Além disso, a empresa anunciou que disponibilizará um jogo de graça a cada duas semanas. Os primeiros são Subnautica, entre os dias 14 e 27 de dezembro, e Super Meat Boy, de 28 de dezembro até 10 de janeiro. Os dois joguinhos gratuitos custam, juntos, R$ 72,50 na Steam.

A estratégia é utilizada por outras plataformas, como PlayStation Plus, Xbox Live e EA Access – porém, esses serviços exigem que você faça uma assinatura. A Epic Games Store não cobrará nada, pelo menos no início.

Os jogos da Epic Game Store são vendidos em dólar americano, mas o pagamento pode ser feito em boleto, transferência bancária e cartão de crédito, ao utilizar conta PayPal ou da Amazon.

Outro diferencial da plataforma será a maneira como ela irá se relacionar com os desenvolvedores. A Epic diz que busca um relacionamento mais justo com os estúdios e que, por isso, cobrará taxas muito menores do que a concorrência.

A promessa é que todos os criadores de games ganhem 88% da receita da venda do jogo, seja utilizando a engine Unity ou a Unreal Engine 4 (que cobra 5% de royalties, que serão cobertos pela Epic). Atualmente, a Steam leva 30% das receitas nas vendas. Os desenvolvedores ficam com 70% ou 65%, dependendo da engine utilizada.

A plataforma ainda terá um ambiente de relacionamento direto entre os criadores e os jogadores. Quem comprar um game será cadastrado automaticamente em uma newsletter para receber notícias e novidades de atualizações, por exemplo. Os desenvolvedores também terão controle total das páginas de seus jogos e do feed de notícias.

Olhando para o futuro, é improvável que a loja da Epic tenha o mesmo volume da Steam. A companhia, inclusive, lançou a plataforma falando que os jogos foram “escolhidos à mão”. A expectativa é que seja uma experiência com uma escala menor, mas com jogos de alta qualidade.

A loja está disponível para PC e Mac. Em 2019, ela deverá chegar ao Android e outras plataformas abertas.

Você pode acessá-la neste link.

[Kotaku]