Todo mundo se assustou quando o Google comprou a Motorola Mobility por US$12,5bi, basicamente porque eles pensaram que seriam o fim do espírito aberto do Android, e que a Motorola seria o filho favorito da empresa. O CEO do Google faz questão de acabar com esse papo de forma oficial.

Em uma entrevista à Bloomberg, Eric Schmidt disse:

“O ecossistema do Android é a prioridade número 1, e é por isso que nós não faremos nada com a Motorola, nem com ninguém, que pudesse ferrar as dinâmicas dessa indústria. Nós precisamos de competição dura e forte entre todos os envolvidos no Android. Nós não teremos favoritos, como algumas pessoas andam imaginando.”

Ele ainda frisou que a compra da Motorola teve muito a ver com as 17 mil patentes, que ajudarão a defender o Android de vários processos. Durmam mais tranquilos, amantes do espírito aberto do Android. Vocês ouviram do dono da bola. [Bloomberg via AllThingsD]

Crédito da imagem: AP Images/J. Scott Applewhite