A Cloudflare teve problemas novamente. A empresa de computação em nuvem sofreu uma queda global na manhã desta terça-feira (2), derrubando milhares de websites importantes que dependem de suas redes para desempenho e segurança.

Por acaso, um dos sites abatidos era o DownDetector, que milhões de pessoas usam para ver se páginas que elas tentam acessar e não conseguem estão tendo problemas. Pois é, que ironia.

Ao tentar entrar no DownDetector, no Cloudflare ou em qualquer site que dependia da rede, o que aparecia era isso:

Em um telefonema com o Gizmodo, Matthew Prince, CEO da Cloudflare, explicou que um bug de software no programa de firewall da empresa causou um aumento no uso da CPU. Isso resultou em falhas no sistema global, começando no início da manhã (no horário da costa oeste dos EUA, o que deve dar ali pelas 11h aqui no Brasil) e durando cerca de 30 minutos para todos os serviços da companhia. Outros locais, com Europa, costa leste dos EUA, África e América do Sul, sofrerem mais as consequências, já que a falha aconteceu bem no meio do expediente nessas regiões.

“Nunca vimos uma interrupção como essa antes”, disse Prince. A empresa investigou se um ataque foi responsável pela interrupção, mas descobriu que o problema era mesmo um bug de software.

O centro de operações de rede da Cloudflare em Londres estava funcionando quando o incidente começou. O primeiro problema que notaram foi o aumento significativo no uso da CPU devido ao serviço de firewall. Eles imediatamente pensaram que poderia ser um ataque, disse Prince, porque o firewall é projetado para aumentar instantaneamente a escala para atenuar qualquer ataque. Após uma análise para procurar evidências de ataque, a Cloudflare não encontrou nada disso, nem mesmo aumentos no tráfego. Prince disse que sua equipe tem certeza “de que isso não foi um ataque”.

“Uma das principais políticas da Cloudflare é a transparência radical”, continuou Prince. “A interrupção de hoje foi de 100% em nosso controle e 100% de nossa responsabilidade. Estamos entrando em contato com todos os nossos clientes para honrar nossas responsabilidades com eles. É importante que as pessoas também saibam que é um erro da nossa parte. Embora fosse conveniente que tivesse sido um Estado-nação ou outro atacante, este problema foi culpa nossa.”

Esse recente problema na Cloudflare ocorre apenas uma semana após uma nova rodada de quedas globais ter impactado a rede da empresa. Esse incidente derrubou uma série de sites e aplicativos populares, incluindo o serviço de chat Discord. A Cloudflare disse que a culpa nesse outro caso foi da rede, que sofreu com um problema de infraestrutura de internet da Verizon.

Você pode acompanhar o status da Cloudflare aqui.