A brecha de segurança mais assustadora do Google Glass foi corrigida antes de alguém com más intenções conseguir usá-la, mas os detalhes sobre ela são preocupantes. Usando nada além da câmera do Glass e um código QR malicioso, hackers conseguiriam controlar totalmente o dispositivo – bastava você tirar foto da coisa errada.

Felizmente, a falha foi descoberta pela equipe de segurança da Lookout, e não hackers maliciosos. A prova de conceito deles mostra o que a falha permitia fazer.

Basicamente, o hack permitia que qualquer pessoa tivesse controle total de qualquer Glass caso ele escaneasse o código QR malicioso apenas uma vez. O código seria capaz de iniciar uma conexão silenciosa com um servidor remoto, e deixaria hackers mexerem em tudo o que o Glass faz, e até mesmo controlá-lo de longe.

Por enquanto não há muitas pessoas por aí com o Glass, e o Google consertou a falha antes da notícia se espalhar, mas isso ainda mostra um futuro assustador para os spywares. Quando você vive um dia inteiro através de um gadget, há informações valiosas para hackers roubarem, e diversas formas de tentar obtê-las. É bizarro pensar que, se você tirar foto da coisa errada, isso poderia comprometer sua vida digital.

Esperamos que, antes de todo mundo se tornar um ciborgue, haja uma forma de tornar computadores vestíveis menos vulneráveis. Mas até lá, ganhamos material para incluir em uma distopia cyberpunk sobre o Google Glass. [Lookout Blog via Slashgear]