De acordo com um novo rumor, o aguardado headset de realidade mista AR-VR da Apple deverá ser lançado em cerca de seis meses — provavelmente, em janeiro de 2023. A informação é de Ming-Chi Kuo, especialista que costuma vazar informações de produtos da empresa da maçã.

Em um artigo publicado no Medium, Kuo afirma que o lançamento da Apple se beneficiará de um recente corte de investimentos da Meta na área de headsets VR. Além disso, a empresa comandada por Tim Cook quer aproveitar o grande potencial que o mercado chinês tem na área de jogos imersivos.

Ming-Chi Kuo chegou a afirmar que o lançamento “será um divisor de águas” na área de fones de ouvido, e que o projeto é o mais complexo da empresa, pois requer o envolvimento de muitos fornecedores na cadeia de suprimentos.

Novo hedaset da Apple está nos estágios finais de testes

Por mais que a Apple tenha o foco em AR, o vazador afirma que a oferta de um produto com suporte AR-VR poderia oferecer uma experiência mais imersiva, aumentando (ainda mais) a demanda por entretenimento multimídia.

“Depois que a Apple lançar o headset AR-VR, acho que os rivais globais da Apple competirão para imitá-lo, levando a indústria de hardware de headset ao próximo estágio de rápido crescimento e beneficiando os serviços relacionados e o ecossistema de conteúdo”, disse Kuo.

Conforme lembrou o site Ars Technica, a Bloomberg já havia revelado em maio a informação que o fone AR-VR da Apple estava nos estágios finais de testes, e que o lançamento ocorreria em 2023.

Além disso, em entrevista para o China Daily USA, Cook afirmou na última semana estar empolgado com a realidade aumentada, mas pontuou que a tecnologia ainda está no seu início. “Eu não poderia estar mais animado com as oportunidades que vimos neste espaço, e fique atento e você verá o que temos a oferecer”, disse o CEO da Apple.