Sabe qual é a melhor coisa dessas afirmações “grandes” que as empresas de tecnologia fazem sobre seus produtos? Colocá-las à prova. Por essa razão, a gente deixou um Samsung Galaxy S7 dentro de um aquário por cerca de 30 minutos.

Diferente do que alguns têm dito, o Galaxy S7 é à prova d’água mesmo. Se você deixá-lo por 30 minutos sob a água, ele ainda vai funcionar. Se você deixar mais alguns minutos, porque, digamos, o local onde ele está é um pouco longe, o aparelho volta a funcionar depois que você tirá-lo da água.

>>> O Galaxy S7 Edge é resistente?
>>> [Hands-on] Galaxy S7 e S7 Edge: resolvendo os problemas da geração anterior

Se você imaginou fazer algo com ele enquanto estava sob a água, sairá desapontado. Eu deixei rodando um vídeo de 30 minutos de tartarugas marinhas durante o teste, mas o Wi-Fi parou de funcionar enquanto o smartphone estava submerso. O aparelho também não respondeu a comandos enquanto estava na água.

Ok, mas ele é à prova d´água. Ficou intacto.

Além de testar a resistência dela na água, também checamos quanto a bateria dele aguenta em standby (foram cerca de 52 horas, nada mal) e quão rápido é o foco da câmera comparado com o iPhone 6s Plus e o LG G4. Já podemos adiantar que o aparelho da Samsung foi superior aos dois modelos no teste.