O Google começou a disponibilizar algumas funcionalidades anunciadas em maio, que permitirão que usuários definam um tempo limite para que o Google delete automaticamente o histórico de localização. Até agora, a companhia armazenava esse dado para sempre. Outras funcionalidades farão o mesmo com os históricos da web e de aplicativos aparentemente foram lançados.

Para ativar essa função, vá até a página de Controle de Atividade de sua conta do Google e clique em “Gerenciar Histórico” sob as seções “Atividade na Web e de apps” e “Histórico de localização”. Ali, você encontrará uma opção “Selecionar para excluir automaticamente”, onde o Google listou duas opções para a limpeza dos dados: uma vez a cada três meses ou uma vez a cada 18 meses.

Essa opção depende da ação do usuário e não está atividade por padrão – afinal, o Google opera seus negócios com base na coleta dessa tipo de informação. Porém, pelo menos isso é melhor do que quando os usuários precisavam fazer isso manualmente.


Tradução: Controles de limpeza automática do Histórico de Localização começa a ser liberado hoje para Android e iOS, tornando ainda mais fácil para você gerenciar seus dados.

Note que essa página é a mesma na qual os usuários podem deletar manualmente seus dados ou desligar completamente a coleta dessas informações por parte do Google – embora isso fará com que você perca a duvidosa utilidade de visualizar por onde você esteve, recomendações de locais ou “experiências personalizadas” na busca.

De acordo com o TechCrunch, o Google disse que os controles de localização começaram a ser liberados para os usuários do iOS e Android na quarta-feira (23).

No entanto, o Verge apontou que ambas as funcionalidades serão disponibilizadas ao longo “das próximas semanas, globalmente” – ou seja, pode ser que demore algum tempo até que você veja essas opções.

Por aqui, consegui definir apenas a opção do histórico da web e de aplicativos.

De qualquer maneira, se por alguma razão você não está disposto a desativar a coleta de dados do Google por completo, pedir para que os dados sejam excluídos após três meses provavelmente não é uma má ideia.