O Google implementou oficialmente uma medida para proteger a privacidade de menores de idade que havia sido anunciada em agosto. Agora, pais ou responsáveis podem solicitar à empresa que fotos de menores de 18 sejam removidas da página de resultados do Google.

A gigante da tecnologia vai remover imagens de crianças dos resultados desde que não sejam “casos comprovadamente de interesse público e que possuam valor-notícia”.

Para remover as imagens, é necessário enviar as URLs dos conteúdos questionados, além de nome e idade do menor. No entanto, o Google ressalta que páginas que contenham vídeos e imagens não serão removidas dos resultados,. A medida, afinal, visa limitar o retorno de imagens de menores aos resultados de busca do site.

Caso a imagem seja removida dos resultados, isso não significa que será apagada da internet definitivamente. Elsa ainda poderão ser encontradas nas páginas em que estão inseridas. Mas, por conta da limitação de não serem mais mostradas na página de resultados do Google, seu alcance será muito menor.

É importante destacar que apenas imagens de pessoas com menos de 18 anos serão retiradas da página. Se a pessoa for maior de idade e solicitar que uma foto de quando era criança ou adolescente seja retirada dos resultados, não terá seu pedido aceito pelo Google. Pelo menos, não tão fácil.

Assine a newsletter do Gizmodo

Além de imagens de menores, outros tipos de conteúdo que podem ser removidos da busca do Google, tais como: imagens explícitas ou íntimas não consensuais, conteúdo pornográfico falso e não consentido, conteúdo pessoal em sites com práticas abusivas, informações financeiras, médicas e de identificação nacional específicas e conteúdo que exponha dados de contato com intenções maliciosas.