Já faz mais de um ano e meio desde que a GoPro Hero4 Silver e Black foram apresentadas, e agora chegou o momento de conhecer a nova Hero5 – ela ainda é um cubo para gravar suas aventuras, porém com algumas novidades. A empresa também anunciou um drone para suas câmeras chamado Karma.

GoPro aposta em vídeos de realidade virtual para se salvar
Esta pequena câmera com 16 sensores cria imagens de 52 megapixels

A GoPro Hero5 incorpora as melhores características de suas antecessoras Silver e Black. Ela captura imagens 4K a até 30 quadros por segundo; e possui touchscreen para enquadrar o vídeo sem usar um smartphone conectado, facilitando ajustar configurações e opções.

E talvez o mais chocante: a câmera de ação vem com uma queda dramática no preço – apenas US$ 399. Parece que a GoPro sentiu a pressão da concorrência (pelo menos lá fora).

gopro hero5 (3)

Além de suas habilidades 4K, a Hero5 filma em 2K a 60 quadros por segundo, em Full-HD a 120 quadros por segundo, e também incorpora estabilização de imagem para ajudar a suavizar o vídeo quando houver muita trepidação – por exemplo, se a câmera estiver no guidão de uma bicicleta. E ela conta com GPS embutido, para marcar dados de localização.

A GoPro fez algumas melhorias úteis ao hardware físico do Hero5. As versões anteriores da câmera exigiam um acessório adicional para usá-las ao ar livre, onde havia risco de a câmera se molhar. No entanto, a Hero5 agora é à prova d’água, permitindo que a câmera sobreviva a mergulhos de até 9 m sem a necessidade de um case adicional.

gopro hero5 (2)

A touchscreen não é a única maneira em que a GoPro melhorou a interface de usuário na Hero5. Ela pode ser operada sem as mãos usando comandos de voz simples. Basta dizer “GoPro” para chamar a atenção dela, e depois falar seu comando – “GoPro comece a gravar” ou “GoPro tire uma foto”, por exemplo.

Há também comandos de voz para ligar e desligar a câmera, iniciar e parar capturas timelapse, e para marcar momentos importantes durante a gravação. Eles podem ser usados de forma simultânea: enquanto você estiver gravando vídeo, é possível tirar fotos com o comando de voz.

gopro hero5 (4)

Além disso, a empresa está lançando um serviço de nuvem chamado GoPro Plus, no qual os usuários podem armazenar todas as suas filmagens e acessá-las de qualquer dispositivo móvel para edição ou compartilhamento.

Uma vez que a câmera estiver conectada a uma fonte de energia, ela fará automaticamente o upload de todo o conteúdo de vídeo e foto por Wi-Fi para os servidores do GoPro Plus. De lá, eles podem ser acessados através dos apps Quik e Splice. O serviço custará US$ 5 mensais.

A GoPro Hero5 estará oficialmente disponível por US$ 399 a partir de 2 de outubro.

GoPro Hero5 Session

gopro hero5 (6)

A GoPro também anunciou uma câmera menor, a Hero5 Session, que grava vídeo em 4K, é à prova d’água, e aceita comandos de voz. Compreensivelmente, dado o seu tamanho e bateria igualmente pequena, não há touchscreen nem GPS aqui. Ela custa US$ 299, uma das câmeras de ação mais acessíveis do mercado.

A GoPro Hero5 Session estará disponível a partir de 2 de outubro.

GoPro Karma

gopro karma (1)

E temos aqui o GoPro Karma, a tão esperada (e adiada) plataforma voadora de câmera. O drone dobrável vem em uma mochila e possui um estabilizador removível, bem como um controle com display integrado.

O Karma em si consiste, na verdade, em três dispositivos: um quadrotor, um controle com touchscreen, e um estabilizador que pode ser removido do corpo do drone e usado como suporte. O estabilizador também se prende a câmeras existentes da GoPro para que você possa prendê-lo ao peito, ir pedalar e gravar um vídeo sem muita trepidação.

gopro karma (4)

Em termos de desempenho, o Karma possui uma velocidade máxima de 55 km/h e 20 minutos de tempo de voo. Aparentemente, a mochila é tão leve que você mal percebe que está usando. Ela é bem quadradona, no entanto.

O que parece mais inovador no Karma é o controle. Ao contrário do DJI Phantom, você não precisa de um smartphone para operar o Karma: a touchscreen mostra o que a câmera está vendo e permite ajustar todas as configurações em um só lugar. (O Yuneec Typhoon possui um controle touchscreen semelhante, porém muito maior.)

A GoPro também criou o app Passenger, que permite a uma segunda pessoa controlar a câmera enquanto o piloto voa. Quem já tentou capturar o melhor vídeo de drone ao mesmo tempo em que evitava colisões vai entender como é legal ter um operador de câmera dedicado.

A GoPro não entra em muitos detalhes sobre as várias opções de voo autônomo, mas elas estão lá: opções pré-programadas como Dronie e Orbit estão a poucos toques na touchscreen.

gopro karma (3)

O Karma funciona com as novas GoPro Hero 5 e Hero 5 Session, e com a Hero 4 e Hero 3. Ele custa US$ 800 apenas pelo kit com o drone, controle e mochila. Se você também quiser uma Hero5 Session, isso custa US$ 1.000; ou pague US$ 1.100 se quiser a Hero5.

Isso é algumas centenas de dólares mais barato do que um DJI Phantom 4 e quase igual ao Yuneec Typhoon H, que possui seis rotores, trem de pouso retrátil e câmera 4K. A GoPro vai lançar o drone em 23 de outubro.

gopro karma (2)
Colaborou: Adam Clark Estes.