A LG já apostou em smartphones curvos com o G Flex, e está de volta: o principal truque do novo G Flex 2 ainda é ser curvado, porém ele é melhor em muitos aspectos.

A primeira coisa que notamos sobre o G Flex 2: ele é menor do que o G Flex original. É raro ver fabricantes encolhendo o celular ao lançar um novo modelo, em vez de aumentá-lo. Gostamos!

Ele possui tela de 5,5 polegadas, assim como o LG G3, e bordas muito mais finas. A resolução Full-HD resulta em uma densidade de pixels de 403 ppi, nítida e clara, beeeeem melhor do que a resolução HD risível na tela de 6 polegadas do primeiro G Flex.

Por dentro, o G Flex 2 tem um dos novos processadores Snapdragon 810 de oito núcleos, e roda Android Lollipop 5.0 em 64 bits, com todos os recursos criados pelo Google e alguns extras. Por exemplo, você pode deslizar o dedo para baixo na tela desligada, e surgem as horas em uma pequena bolha brilhante no topo.

LG G Flex 2 (2)

A LG também melhorou a habilidade do G Flex 2 em se curar de arranhões. Este celular-wolverine agora se recupera de pequenos riscos – pequenos mesmo – em questão de segundos, em vez de minutos.

Passei suavemente os plugues de um carregador na traseira de um G Flex 2, e os arranhões realmente desapareceram quase que imediatamente. Depois, arranhei a superfície com um pouco de pressão, com uma intensidade que definitivamente poderia acontecer no seu bolso. Nesse caso, o arranhão nunca desapareceu:

LG G Flex 2 (3)

O G Flex 2 mantém os 13 megapixels do modelo anterior, mas ganhou um sensor melhor, flash duplo, estabilização óptica de imagem e foco laser. A câmera é bem rápida, mas propensa a tirar fotos borradas. De um jeito ou de outro, isso é muito melhor do que o G Flex original. Ah, e ele ganhou suporte a cartão microSD.

Ele tem bateria de 3.000 mAh e 7,1 mm de espessura no ponto mais fino; são 152 g.

O G Flex 2 será vendido inicialmente na Coréia do Sul, e deve chegar aos EUA “em breve”. Quando isso acontecer, porém, ele será caro; a LG sugere que o novo smartphone provavelmente custará mais que o sucessor do G3.

Você quer ou precisa de um smartphone curvado? De um jeito ou de outro, a LG continuará a fazê-los; contanto que sejam bons aparelhos, sem usar a tela curva apenas para chamar a atenção, então tudo bem.