Marte estará em oposição hoje à noite. Isso significa que ele estará no ponto mais próximo e brilhante possível. Para celebrar, o Hubble publicou novas imagens do planeta vermelho. Também foram divulgadas algumas fotos de Saturno, que estava em oposição no mês passado.

Oposição significa que o Sol, a Terra e Marte estão alinhados, e a Terra está no ponto mais próximo a seu planeta vizinho. Como resultado, Marte está aparecendo com um brilho maior do que o usual. É a menor distância em 15 anos: 57,6 milhões de quilômetros. É, portanto, a melhor hora para observá-lo usando um telescópio. Mais importante do que isso é que será possível ver um planeta inteiro envolto em uma tempestade de areia — que, inclusive, ameaça o rover Opportunity.

“Se você tem binóculos ou um telescópio, você poderá ver um pouco da estrutura”, diz Geronimo Villanueva, cientista da Nasa. “A aparência vai ser meio indefinida por causa da tempestade.”

Duas imagens de Marte, demonstrando como a recente tempestade de areia envolveu o planeta. Imagem: NASA, ESA e STScI.

Pode parecer desanimador o planeta ficar borrado, mas, na verdade, é bastante impressionante. Há uma evento climático extremo acontecendo em outro planeta, e astrônomos amadores poderão ver daqui da Terra.

A oposição é um bom momento para estudar planetas com o telescópio Hubble, que orbita a Terra. O Hubble consegue fazer uma coisa que veículos que estão em Marte, seja na superfície, seja na sua órbita, não conseguem: imagens nítidas do planeta inteiro. Os cientistas podem monitorar a evolução da tempestade de areia global em uma única imagem. Além disso, a oposição permite fotos ligeiramente melhores. “Para quem faz astronomia, ter um corpo maior permite que você obtenha imagens de resolução maior”, diz Villanueva.

Esta nova imagem chega depois de meses de notícias bastante relevantes sobre Marte. O rover Curiosity encontrou, recentemente, moléculas orgânicas de 3,5 bilhões de anos de idade na cratera Gale. Esta semana, a espaçonave Mars Express anunciou ter encontrado o que parece ser um enorme corpo d’água salgada a uma ilha de profundidade da superfície marciana. Enquanto isso, uma tempestade de areia na superfície do planeta se tornou global e cortou toda a comunicação humana com o rover Opportunity.

Saturno estava em oposição em 27 de junho, permitindo que o Hubble capturasse essa imagem. Imagem: NASA, ESA, A. Simon (GSFC) e OPAL Team, e J. DePasquale (STScI)

Se você tem binóculos ou um telescópio, pode dar uma olhadinha em Marte hoje à noite, depois de ver o eclipse lunar. Em todo o território nacional, o planeta vermelho estará visível durante praticamente toda a noite. Além disso, Júpiter e Saturno estarão especialmente brilhantes. Vá olhar o espaço!

[HubbleSite.org]

Imagem do topo: NASA, ESA, A. Simon (GSFC) e OPAL Team, e STScI