O Hubble não está funcionando desde domingo (13), segundo a Nasa. A agência especial americana disse na última sexta-feira (18) que vem trabalhando para restaurar um dos computadores do telescópio, que parou de funcionar.

Em órbita desde 1990, o Hubble apresentou mau funcionamento no último dia 13. O computador principal deixou de receber sinais do computador de carga útil. A equipe de operações acredita que o problema seja a degradação de um dos módulos de memória. Felizmente, há outros módulos de memória para substituição, e o time trabalha para fazer a migração.

Como lembra o site Space.com, o computador original usa tecnologia desenvolvida nos anos 80, e um novo foi instalado em 2009 como parte da manutenção. Ele é responsável por coordenar e controlar os instrumentos científicos do Hubble e zelar pela condição e segurança deles.

“A expectativa é que o Hubble continue colhendo descobertas científicas impressionantes até o fim da década de 2020 ou além”, disse em um e-mail ao Space.com a equipe do Centro de Voos Espaciais Goddard da Nasa. Mesmo assim, eles fazem uma ressalva: ainda não há previsão de quanto tempo vai levar para concluir o conserto, executar novos testes e colocar o telescópio para funcionar de novo.

Assine a newsletter do Gizmodo

Mesmo após três décadas de funcionamento, o Hubble continua sendo importantíssimo para a ciência espacial. Uma das descobertas mais recentes feitas com dados do telescópio, por exemplo, foi que algumas galáxias têm menos matéria escura do que o previsto.

O Hubble ganhará em breve a companhia de um equipamento mais moderno, o Telescópio Espacial James Webb. Depois de muitos atrasos, espera-se que ele seja finalmente lançado em novembro de 2021, na melhor das hipóteses. Quando entrar em funcionamento, ele ajudará a desvendar mais mistérios do espaço.

[Space.com, Phys.org]