Em dezembro, questionamos: dou entrada em um apartamento ou compro um iMac Pro? Se o precinho nada camarada do iMac Pro mais simples já te assustou no ano passado, prepare-se: pois existe também a possibilidade de quitar a casa própria em uma única prestação, já que a Apple quer cobrar quase R$ 100 mil no iMac Pro mais completo.

iMac Pro é o novo monstro da Apple para trabalhos pesados
Pelo menos você poderá atualizar a CPU e a memória do iMac de R$ 38 mil

A versão mais simples do computador já é um monstro para trabalhos pesados: 1 TB de armazenamento em flash, 32 GB de memória DDR4 ECC de 2.666 MHz, GPU Radeon Pro Vega 56 com 8 GB de memória HBM2 e um processador octacore Intel Xeon W de 3,2 GHz. Mas não é só a configuração da máquina que impressiona, o preço também assusta: R$ 38 mil!

Agora, como apontou o MacMagazine, a versão mais completa — Intel Xeon W (18 núcleos) de 2,3GHz, 128GB de memória EEC DDR4 de 2.666MHz, SSD de 4TB, Radeon Pro Vega 64 com 16GB de memória HBM2 e Magic Mouse 2 e Magic Trackpad 2 — sai por módicos R$ 96.398,00.

Créditos: MacMagazine

Longe de mim dizer o cada um faz com o seu próprio dinheiro, mas com este valor você pode comprar:

  • • 12 iPhones X de 256 GB
  • • 9 iPad Pro de 12,9’ com 4G e 512 GB
  • • 4 MacBooks Pro (i7 de 7ª geração e 3,5 GHz, 16 GB de memória LPDDR3 de 2133 MHz, SSD de 1 TB)
  • • 3.583 mil assinaturas família do Spotify
  • • 1.931 ovos de páscoa do Kinder Ovo (mas talvez você queira seguir a dica do roqueiro Roger)
  • • 2 Fiat Argo (e ainda sobre uma graninha pra pegar o iPhone X)

Esta versão custa US$ 17.299 nos EUA, e é possível, inclusive, até mesmo ir e voltar de Nova York por um preço muito, muito menor ao que a Apple pede por este iMac Pro aqui no Brasil – o problema, no entanto, é que um iMac destes é um pouco complicado de trazer na mala (não que eu esteja incentivando tal prática, pague seus impostos!).

Ninguém dúvida da capacidade deste iMac, mas acho, só acho, que seja um exagero pagar este valor em um computador. Mas, ei, pelo menos o frete é grátis!

[MacMagazine]