Nas redes sociais têm de tudo um pouco, e isso pode ser um problema para essas plataformas, pois querendo ou não, elas podem mostrar conteúdos e comportamentos impróprios para menores de idade. Apesar de estar por aí desde 2010, só agora, a partir desta quarta-feira (4), que o Instagram começará a exigir data de nascimento para quem for abrir uma conta na rede.

Como pontua a agência de notícias Reuters, até o momento, o Instagram, tirando circunstâncias limitadas, não exigia que os usuários dissessem que eles tinham pelo menos de 13 anos.

Sendo mais preciso, a rede só exigia informações de idade quando usuários mesclavam o perfil do Facebook e do Instagram ou para que moradores da União Europeia identificassem se tinham pelo menos 18 anos ou não.

Tela do Instagram pedindo para usuário colocar data de aniversário

Segundo o Instagram, a decisão não tem relação com direcionamento de propaganda, mas por segurança mesmo, em “permitir criar experiências mais apropriadas de acordo com a idade dos membros da comunidade”. Então, “saber a idade das pessoas no Instagram é uma parte importante do trabalho que estamos fazendo para manter os jovens seguros”.

Apesar de não ter citado em seu comunicado, outra razão que pode ter motivado a rede a fazer isso, segundo a Reuters, tem relação com legislações ao redor do mundo sobre segurança e privacidade de crianças.

Além deste recurso de verificação de idade, o Instagram também informou que implementará um novo sistema de privacidade, que bloqueará mensagens de pessoas que o usuário não segue e impedir a entrada em grupos de conversas.

A primeira funcionalidade pode ser especialmente útil para impedir stalkers, enquanto a segunda ajuda a impedir spammers de criarem grupos de conversa para promover urls esquisitas.

Tela do app do Instagram que permite limitar quem envia mensagens pela rede

Esta última funcionalidade deve ainda levar um tempo para ser disponibilizada. Oficialmente, a rede diz apenas que será nas “próximas semanas”.

Guia para pais e adolescentes

Como o Instagram não dá ponto sem nó, a rede também liberou hoje um guia para ajudar pais e adolescentes sobre o uso da rede social.

Chamado #DigitalSemPressão, o guia consiste em um site com materiais para ajudar educadores, familiares e as crianças a discutirem sobre bem-estar emocional, responsabilidade no uso da rede e como ajudar alguém que esteja precisando de algum tipo de auxílio.