O Instagram anunciou esta semana que está introduzindo um novo recurso em seu aplicativo para permitir que os usuários tenham maior controle sobre as informações acessadas por aplicativos terceiros.

É comum alguns usuários baixarem apps que solicitam o acesso à sua conta no Instagram, seja para importar fotos para que você possa fazer colagens, criar um site, imprimir suas fotos ou se apresentar em aplicativos de encontro.

Acontece que muita gente não sabe, ou esquece, que aquela ferramenta para a qual você deu permissão de acesso há anos ainda consegue acompanhar as suas atividades no Instagram até hoje.

Com a nova funcionalidade, o usuário pode ir nas Configurações da rede social, clicar em Aplicativos e Sites e, então, remover qualquer aplicativo que ainda esteja conectado ao Instagram e que você não queira que acesse mais a sua conta.

Além disso, para que o usuário saiba que tipo de informação está oferecendo a uma empresa ao conectar uma ferramenta à rede social, o Instagram vai agora exibir uma tela com uma lista do que o app terceiro está solicitando acessar. Nessa mesma tela, será possível autorizar ou cancelar o acesso.

De acordo com o comunicado do Instagram, a novidade será liberada gradualmente nos próximos seis meses. O TechCrunch observa que o prazo informado é atipicamente longo, visto que a maioria dos processos de introdução de um novo recurso levam dias ou semanas no máximo. Sem falar que outras plataformas como Twitter, Facebook e Google já possuem recursos similares há anos.

O site aponta que, apesar de não ter explicado aos usuários o motivo de eles precisarem esperar quase meio ano para terem maior controle da sua privacidade, o Instagram publicou um comunicado separado para desenvolvedores que esclarece isso.

O novo recurso está relacionado a mudanças de API, o que implica que os desenvolvedores precisarão de tempo para migrar do chamado Legacy API Platform do Instagram para o Graph API do Facebook. O Legacy API Platform será descontinuado em 2 de março de 2020.