Quando foi anunciado que Lilly Wachowski não voltaria para dirigir Matrix Resurrections ao lado de Lana, com quem escreveu e dirigiu os três primeiros filmes, muitos foram pegos de surpresa. Embora Lilly tenha dado a sua irmã e ao resto da equipe criativa do filme sua benção, ela acabou optando por não voltar para a continuação por uma série de razões, incluindo sua exaustiva agenda de trabalho.

Além de suas próprias obrigações profissionais, o fato de Lilly ter se revelado transgênero recentemente e o falecimento de seus pais também influenciaram sua decisão de não fazer parte de Resurrections. Para Lilly, o novo longa representou uma parte significativa de sua vida anterior na qual ela não estava particularmente interessada em voltar, o que é mais do que compreensível em vários níveis.

Desde então, a máquina de hype de Hollywood tem trabalhado arduamente para deixar o público em um frenesi antes da estreia de Matrix Resurrections no fim do ano. Mas o assunto recentemente surgiu de forma indireta no Festival Internacional de Literatura de Berlim deste ano, onde Lana Wachowski falou em um painel sobre roteiro.

Embora Lana não tenha expandido as razões de sua irmã para deixar a franquia Matrix , ela falou sobre como a morte de seus pais e de um amigo pessoal também impactou seus sentimentos sobre Resurrections e sua decisão de fazer Neo e Trinity uma parte central da nova história.

“Uma noite, eu estava chorando e não conseguia dormir, e meu cérebro explodiu toda essa história”, disse Wachowski. “E eu não podia ter minha mãe e meu pai, mas de repente eu tinha Neo e Trinity, indiscutivelmente os dois personagens mais importantes da minha vida.”

O primeiro trailer de Matrix Resurection apresenta alguns vislumbres de Neo (Keanu Reeves) dentro da Matrix, onde encontra Trinity (Carrie-Anne Moss), que aparentemente não se lembra dele além de uma vaga sensação de déjà vu quando se encontram pela primeira vez. Embora parte do passado volte para Trinity e Neo – que também não se lembram totalmente dos eventos dos filmes anteriores – o trailer faz Resurrections parecer um soft reboot para lembrar ao público como era ver Matrix pela primeira vez. Para Lana Wachowski, trazer Neo e Trinity de volta foi catártico e curativo.

Assine a newsletter do Gizmodo

“Foi imediatamente reconfortante ter esses dois personagens vivos novamente, e é super simples”, argumentou Wachowski. “Você pode olhar para ele e dizer: ‘ok, essas duas pessoas morrem e ok, traga essas duas pessoas de volta à vida e ai, isso não é bom?’ Sim, funcionou! É simples, e é isso que a arte faz e é isso que as histórias fazem, elas nos confortam ”.

Matrix Resurrections será lançado em 16 de dezembro.