Após dias soltando informações a conta-gotas, a Microsoft confirmou nesta quarta-feira (9) que os consoles Xbox Series S e Xbox Series X serão lançados oficialmente em 10 de novembro. O primeiro terá preço sugerido de US$ 300, enquanto o segundo custará US$ 500. Nos EUA e em mercados selecionados, eles poderão ser comprados em pré-venda a partir de 22 de setembro — até o momento, nada de data de lançamento ou preço para o mercado brasileiro.

Alguns desses detalhes não são exatamente novos. O Xbox Series S, junto com seu preço acessível, vazou no fim de semana, e informações sobre o Series X foram saindo aos poucos nos últimos meses. Mas além da data de pré-venda, a Microsoft também anunciou hoje que está expandindo seu programa Xbox All Access para mais de 12 países até o fim do ano, com “mais por vir em 2021”.



Pense em uma espécie de sistema de parcelamento do videogame com vantagens adicionais. O programa inclui um Xbox Series X ou Xbox Series S, além de 24 meses de Xbox Game Pass Ultimate. Para o Xbox Series S, a mensalidade vai ser de US$ 25, e para o Series X será de US$ 35. O EA Play também virá no Xbox Game Pass Ultimate e jogadores de PC não deverão pagar a mais para esta temporada de fim de ano.

“O Xbox Series S foi projetado em torno da mesma tecnologia que fará com que esses e tantos outros jogos sejam incríveis”, escreveu a Microsoft no blog post do anúncio. “Ao falar com os desenvolvedores de jogos, identificamos as áreas que são mais difíceis de escalar com eficácia, incluindo CPU e I/O, e facilitamos a inclusão no Xbox Series S para desenvolvedores que criam suas experiências tendo o Xbox Series X em mente.”

A Microsoft também confirmou que, além de ser baseado na mesma arquitetura Xbox Velocity, o Series S oferecerá suporte a HDMI 2.1, taxas de quadros de até 120 fps, DirectX Raytracing, Variable Rate Shading, Dolby Atmos e Dolby Vision por meio de apps de streaming (Dolby Vision para jogos que virão em 2021).

Um trailer vazado de ontem foi o primeiro a divulgar esses detalhes, ao mesmo tempo em que acrescentou que a Series S terá um SSD personalizado de 512 GB, upscaling 4K e reprodução de mídia, e tem como alvo a resolução de 1440p a 120 fps.

Em um blog post desta quarta-feira (9), a Microsoft diz que o Series S e o Series X têm o mesmo processador: o AMD Zen 2. A diferença principal está na GPU (4 TFlops no Series S contra 12,15 TFlops no Series X) e na resolução. Quanto a isso, escreveu a Microsoft em seu blog post:

“A diferença primária entre o Xbox Series X e Xbox Series S é na resolução. Ao conversar com nossos consumidores, descobrimos que muitos fãs priorizam taxa de frames em detrimento da resolução, então queríamos fazer um console que não precisasse de uma TV 4K. O Xbox Series S entrega aproximadamente três vezes o desempenho de GPU do Xbox One e foi desenvolvido para rodar games em 1440p em 60 frames por segundo, com suporta máximo de até 120 frames por segundo”

Mais uma vez, vale ressaltar que não se sabe o preço nem a disponibilidade dos novos Xbox no mercado brasileiro. Enquanto isso, fãs de videogame estão tentando imaginar como a Sony vai responder aos preços dos novos Xbox com o PlayStation 5.

(Colaborou Guilherme Tagiaroli)