A Lenovo anunciou nesta terça-feira (19) a chegada do seu primeiro notebook com processador Ryzen, da AMD, ao mercado brasileiro. O Ideapad 330S, notebook intermediário foco em produtividade com portabilidade e preços começando em R$2.199.

O Ideapad 330S tem opções com Ryzen 5 Mobile e Ryzen 7 Mobile. Ambos os modelos vêm com placas gráficas da AMD — AMD Radeon Vega 8 integrada ao processador, no modelo com Ryzen 5, e AMD Radeon 540 dedicada com 2GB de RAM GDDR5, no modelo com Ryzen 7. Luis Gerardo García, executivo da AMD presente no evento, argumenta que sua empresa é a única capaz de tirar proveito da integração processador e placa gráfica.

As empresas prometem que o notebook é capaz de entregar produtividade e portabilidade ao mesmo tempo. No evento, um ilustrador fez uma demonstração usando o Photoshop para apresentar a responsividade do equipamento. De fato, não havia nenhum delay enquanto ele usava os pincéis para retocar uma ilustração, mas o desempenho real ainda precisa ser visto fora de um ambiente controlado.

Do lado da portabilidade, há alguns números interessantes, como espessura de 5,9 mm nas bordas laterais (o Ideapad 33oS dá uma “afinada” do centro para as bordas) e peso de 1,8 kg — um pouco mais leve que outros concorrentes da mesma categoria, que costumam pesar entre 1,9 kg e 2 kg, e mais barato que notebooks levíssimos e mais potentes. A Lenovo também diz que a bateria dura 2 horas para 15 minutos de carga, mas não dá números de duração completa.

As duas versões do Ideapad 330S já estão disponíveis no varejo online e na loja da marca. A versão com Ryzen 5, 4GB de RAM e placa gráfica integrada custa R$ 2.199. Já a versão mais potente, com Ryzen 7, 8GB de RAM e placa gráfica Radeon 540 dedicada sai por R$ 3.199.

Em comum, as duas têm tela de 15,6 polegadas de resolução HD, uma porta USB 3.1 Type-C e duas USB 3.0, saída HDMI, leitor de cartão de memória, suporte a Wi-Fi 802.11ac, disco rígido de 1TB e 5400RPM e Windows 10 Home.

São preços que parecem bem competitivos quando comparados com as opções. A versão com Ryzen 5 fica no meio do caminho entre os notebooks com chips Core i3 e Core i5, da Intel, e especificações semelhantes. O modelo com Ryzen 7, por sua vez, fica na mesma faixa média de preço de laptops com Core i7 e características parecidas. E, convenhamos, ter mais opções no mercado é sempre bom.