No início da semana, a duquesa de Cambridge, Kate Middleton, anunciou os vencedores do prestigiado concurso Wildlife Photographer of the Year de 2020. Foi a 56ª vez que o Museu de História Natural de Londres realizou o concurso anual, que mostra as melhores fotografias de natureza e vida selvagem do mundo. Os vencedores dos últimos anos foram todos impressionantes e os deste ano não são diferentes.

Os premiados foram selecionados entre mais de 49.000 inscrições de todo o mundo, o que significa que estamos realmente vendo os melhores aqui. Confira algumas das principais vencedoras deste ano.

O Abraço

Foto: Sergey Gorshkov/Wildlife Photographer of the Year 2020

A foto intitulada “The Embrace” (“O Abraço”, em tradução livre) foi a vencedora do Grande Título deste ano. Ela mostra uma tigresa de Amur (ou Siberiana) envolvendo suas patas dianteiras em torno de um antigo abeto da Manchúria no extremo leste da Rússia, que é o único lugar onde as espécies raras podem ser encontradas. O fotógrafo, Sergey Goshkov, capturou esse momento depois de passar mais de 11 meses observando suas câmeras escondidas em toda a região.

A raposa que pegou o ganso

Foto: Liina Heikkinen/Wildlife Photographer of the Year 2020

Esta foto foi tirada por Liina Heikkinen, e ela ganhou a distinção de Grande Título Jovem Fotógrafa de Vida Selvagem do Ano. Heikkinen tem apenas 16 anos. Anteriormente, Heikkinen foi vice-campeã no concurso de 2012 do Museu de História Natural na categoria para crianças de 10 anos ou menos, quando tinha apenas nove anos.

Equilíbrio Perfeito

Foto: Andrés Luis Dominguez Blanco/Wildlife Photographer of the Year 2020

A foto foi tirada por Andrés Luis Dominguez Blanco, e é a vencedora deste ano na categoria de jovens abaixo de 10 anos de idade. A ave da imagem é um cartaxo-comum e está parado entre algumas flores. O jovem fotógrafo tirou esta foto nos prados perto de sua casa em Ubrique, Andaluzia, Espanha. Já era tarde e a luz fraca do sol iluminou a penugem do pássaro.

Mergulhão-de-crista ao Nascer do Sol

Foto: Jose Luis Ruiz Jiménez/Wildlife Photographer of the Year 2020

Essa imagem foi tirada por Jose Luis Ruiz Jiménez, e ganhou o primeiro lugar na categoria Comportamento de Aves. Ela mostra um casal de mergulhões-de-crista alimentando seus filhotes. A foto foi tirada durante a época de reprodução das aves, quando elas parecem mais impressionantes. Ruiz Jiménez capturou a foto depois de passar várias horas na água até o peito em uma lagoa no oeste da Espanha, perto da pequena cidade de Brozas. Ele flutuou sua câmera em uma plataforma em forma de U sob uma pequena tenda camuflada e escondeu sua cabeça debaixo da plataforma também.

Um Conto de Duas Vespas

Foto: Frank Deschandol/Wildlife Photographer of the Year 2020

Essa imagem rendeu ao fotógrafo francês Frank Deschandol o prêmio máximo na categoria Comportamento de Invertebrados. As vespas da foto são uma vespa Ammophila sabulosa, à esquerda, e uma vespa-cuco, à direita.

Quando a Mãe Manda Correr

Foto: Shanyuan Li/Wildlife Photographer of the Year 2020

Esta foi a vencedora na categoria Comportamento de Mamíferos. A foto tirada pelo fotógrafo chinês Shanyuan Li oferece uma rara visão de uma família de jovens gatos-de-pallas, ou manuls, nas estepes do planalto Qinghai-Tibete, no noroeste da China. Li passou seis anos trabalhando em grandes altitudes tirando fotos dos animais para conseguir. Ele rastreou uma família de gatinhos por mais de 2 quilômetros enquanto eles procuravam comida na estepe. Ele acabou se escondendo em uma colina em frente ao covil deles até o momento em que os gatinhos saíram para brincar.

O Momento de Ouro

Foto: Songda Cai/Wildlife Photographer of the Year 2020

O vencedor da categoria Subaquático é “The Golden Moment” de Songda Cai, da China. A criatura na foto – uma paralarva de lula da espécie Thysanoteuthis rhombus – é bem pequena. Ela mede entre 6 e 7 centímetros de comprimento. Cai tirou a foto quando estava em um mergulho noturno em águas profundas longe da costa de Anilao, nas Filipinas.

A paralarva é um estágio inicial no desenvolvimento da lula entre as fases de filhotes e subadultos, e esta apareceu na luz que o fotógrafo estava usando para se orientar na água. Esta criatura permanecerá transparente na idade adulta, como todas as lulas dessa espécie. As partes brilhantes em laranja são bolsas elásticas de pigmento sob sua pele.

Observando você observando eles

Foto: Alex Badyaev/Wildlife Photographer of the Year 2020

Esta imagem tirada pelo fotógrafo russo-americano Alex Badyaev foi a vencedora na categoria Vida Selvagem Urbana. Badyaev fotografou o pássaro da espécie Empidonax occidentalis em Rocky Mountain Front, em Montana, onde ele estava observando os pássaros com um biólogo que você pode ver ao fundo da foto. As espécies mostradas na imagem estão desaparecendo em todo o oeste da América do Norte devido às mudanças induzidas pelo clima em seu habitat.

A Pose

Foto: Mogens Trolle/Wildlife Photographer of the Year 2020

Essa foto se chama “The Pose” e é do fotógrafo dinamarquês Mogens Trolle. Ela mostra um jovem macaco-narigudo macho em uma estação de alimentação no Santuário de Macacos-Narigudos Labuk Bay em Sabah, Bornéu. Em um comunicado, Trolle – que fotografa primatas há cinco anos – o chamou de “o personagem mais descontraído”.