A sonda Curiosity da NASA está atualmente escalando o Monte Sharp enquanto se aventura em direção ao local da sua próxima exploração. No começo da semana, a sonda encontrou um pequeno meteorito metálico que conta com algumas características bastante peculiares.

Erro de software pode ter causado a queda da sonda da ExoMars em Marte
Astronautas que viajarem para Marte terão o cérebro bombardeado por radiação

Usando a ChemCam Remote Micro-Imager, a Curiosity capturou uma imagem detalhada do objeto, que está sendo chamada de “rocha ovo”. Pesquisadores da Universidade do Estado do Arizona, nos EUA, sugerem que o meteorito é feito de ferro níquel. Apesar de parecer algum tipo de artefato alienígena descartado, este meteorito metálico provavelmente é originado do núcleo planetário de um planetesimal. Ele provavelmente veio de um cinturão de asteroides.

curiosity-marte-2

Não é a primeira vez que a Curiosity encontra meteoritos na superfície marciana, mas esse objeto tem algumas características únicas. Sua superfície é bem suave, lembrando algo que passou por um kit de polimento. A rocha também conta com sulcos profundos, o que indica padrões clássicos de intemperismo, e possivelmente um tempo em que a bola foi fundida.

Como Deborah Byrd destaca no EarthSky, a superfície de Marte está cheia de meteoritos, então descobertas como essa não são tão incomuns assim. Meteoritos podem durar milhões de anos no planeta vermelho, livres dos efeitos oxidantes e meteorológicos causados pela umidade e oxigênio.

curiosity-marte-3 curiosity-marte-4 curiosity-marte-5

Considerando a sua natureza metálica, essas rochas são particularmente duráveis, e mais propensas a sobreviver a entradas atmosféricas do que objetos menos densos. Marte tem uma atmosfera particularmente fina, então esse tipo de meteoro está espalhado por todos os cantos do planeta.

[ASU via EarthSky]

Imagens via NASA/JPL-Caltech/LANL/ASU