Após a HMD reviver a Nokia e a TCL trazer de volta o Blackberry, temos mais uma boa notícia para os consumidores nostálgicos. O smartwatch Moto 360, que impressionou o mercado em 2015, chegará às lojas novamente.

Dessa vez, o relógio inteligente terá a plataforma Qualcomm Snapdragon Wear 3100, com 8 GB de armazenamento e 1 GB de RAM, uma tela que nunca se desliga e carregamento rápido que promete ir de 0% a 100% em apenas uma hora. Além disso, a bateria dura um dia inteiro e conta com um modo de economia que permite que a tela permaneça ligada por três dias. Em relação ao design, o wearable será tão elegante como o modelo original.

No entanto, quem vai fabricar o aparelho não é exatamente a Motorola, mas uma empresa chamada eBuyNow. Por meio de licenciamento, ela vai trabalhar em parceria com a Motorola, mas a falta de força da marca no mercado pode acabar fazendo com que os potenciais compradores hesitem em adquirir um produto feito por uma empresa relativamente desconhecida. Além disso, agora já existem diversas opções com boas especificações de grandes marcas, o que pode ser um desafio para a volta do smartwatch.

O novo Moto 360 custará US$ 350 e estará disponível em dezembro apenas em alguns países. Nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido a pré-venda começa em novembro pelo site Moto360.com.

[Engadget]