O Nubank anunciou nesta terça-feira (6) que está testando uma nova funcionalidade para clientes da fintech que permite o parcelamento de compras individuais dentro do aplicativo do banco. Segundo a instituição, os juros aplicados a essa modalidade seriam mais baixos que os juros do crédito rotativo, caso uma fatura não seja totalmente quitada.

Segundo o Nubank, a ferramenta tem como objetivo evitar com que as pessoas precisem financiar toda a fatura por conta de uma única compra que esteja pesando no orçamento. O usuário pode escolher qualquer compra feita na função crédito e parcelar em até 12 vezes, desde que cada parcela tenha valor mínimo de R$ 20 por mês.

O valor da compra na fatura é atualizado automaticamente assim que completada a operação. Não é possível editar ou cancelar o parcelamento depois de confirmado, mas a qualquer momento o cliente pode antecipar o pagamento e receber o desconto proporcional dos juros.

É assim que o usuário poderá parcelar compras no cartão do Nubank. GIF: Divulgação

“A nova função pode ser usada para dividir os valores de transações em que não há a opção de parcelamento no ato da compra, como é muitas vezes o caso das operações internacionais, para diminuir o valor pago em compras que estejam pesando no bolso sem que haja necessidade de financiar toda a fatura”, diz o Nubank.

No momento, um grupo pequeno de usuários do Nubank está testando a novidade. Ainda não há previsão de ampliação dos testes, nem quando a função será lançada em sua totalidade.

Assine a newsletter do Gizmodo

O teste faz parte do projeto “Reinventando o Cartão de Crédito”. Criado pelo Nubank em 2019, a iniciativa pretende acabar com os juros rotativos do cartão de crédito ao apresentar soluções de financiamento mais baratas e que se encaixam melhor com as necessidades do cliente em cada momento. Estudos da fintech apontam que os clientes tradicionalmente optam pelo rotativo por não perceberem que estão contratando um produto que nem sempre é a melhor opção.