por Bryan Lufkin

O Pepper é um robô bem bonitinho e educado… por enquanto. A IBM anunciou que ele vai falar com o Watson, o que pode transformá-lo em um adorável robô diabólico que liderará uma resistência de escravização da humanidade.

Leia mais sobre a CES 2016:
>>> Este teste de gravidez Bluetooth dá dicas do que fazer em seguida caso dê positivo
>>> Toca-discos da Sony e Panasonic mostram as duas formas de se apostar na volta do vinil

Durante a CES, a IBM anunciou que o Pepper, que está comercialmente disponível desde o ano passado, agora vai usar o poder do Watson, o computador que responde questões e se tornou sinônimo global de inteligência artificial.

A IBM diz que o Watson pode ajudar o Pepper a “entender o significado escondido em dados que computadores convencionais não conseguem compreender – incluindo mídias sociais, vídeo, imagens e texto,” e que esse tipo de inteligência artificial “representa uma nova era na computação onde sistemas vão entender o mundo da mesma forma como humanos fazem: através de sentidos, aprendizado e experiência.”

O pepper já usa uma AI na nuvem que pode analisar gestos humanos, expressões faciais e tons vocais. O robô humanoide foi desenvolvido para acompanhar humanos em lojas ou pequenas fazendas, e com essa atualização para o Watson, o Pepper pode continuamente aprender e armazenar novas informações. Essa computação cognitiva vai tornar o Pepper ainda melhor e mais natural ao interagir com pessoas.

Lançado no meio do ano passado, o Pepper continua sendo vendido em lotes de mais de 1.000 unidades em menos de um minuto, quando eles são disponibilizados. É um produto da gigante de telecomunicações japonesa SoftBank e da fabricante de robôs francesa Aldebaran. Cada robô custa cerca de US$ 1.600, e eles ainda não estão disponíveis fora do Japão.

Ainda não se sabe quando IBM e SoftBank planejam lançar o novo Pepper, mas a Aldebaran e a SoftBank já pedem para desenvolvedores criarem apps para ele que possam ajudá-lo a cantar, cozinhar, fazer compras, e muito mais. E, com ajuda da inteligência artificial, ele também vai conseguir planejar golpes e grandes conquistas. E também usar todo o conhecimento do Watson para fazer drinks espetaculares.

Veja mais lançamentos da CES 2016:

[IBM]

Imagem do topo via AP